IMOPETRO lança concurso para importar combustíveis

IMOPETRO lança concurso para importar combustíveis

Moçambique pretende importar 912 mil toneladas métricas de produtos petrolíferos refinados, a serem descarregados nos portos de Maputo, Beira, Nacala e Pemba.

Para o efeito, escreve a AIM, a Importadora Moçambicana de Petróleos (IMOPETRO) anunciou, esta quarta-feira, o lançamento de um concurso público internacional para a contratação de um fornecedor e transporte de produtos petrolíferos refinados.

Com este contrato, o país pretende importar 212 mil toneladas de gasolina “premium unleaded”, 31 500 toneladas de jet e 668 500 toneladas métricas de gasóleo 50 ppm.

Em comunicado, a IMOPETRO refere igualmente que o concurso será regido pelos procedimentos relativos aos concursos públicos internacionais, similares aos especificados nas directrizes do Banco Mundial.

Em Moçambique, a importação de combustíveis líquidos é feita em concursos lançados de seis em seis meses.

O país tem apostado em adquirir os combustíveis nas praças consideradas mais baratas do mundo, pelo que, nos últimos tempos, a gasolina é comprada no mar Mediterrâneo, enquanto o jet e a gasolina no Golfo Pérsico.

Em 2017, o país importou combustíveis líquidos no valor de 794 milhões de dólares norte-americanos, contra os 584 milhões de dólares gastos em 2016.

A IMOPETRO, que congrega todas as gasolineiras que operam no país, é a única entidade autorizada a importar combustíveis líquidos no país.

Pretende-se com esta medida reduzir os custos de importação dos combustíveis, bem como proporcionar ganhos decorrentes da aquisição em escala.

Actualmente, operam no mercado de distribuição de combustíveis cerca de 15 empresas gasolineiras, contra três que existam em 1997, ano da criação da IMOPETRO.

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique