Impacto do COVID-19 na indústria cultural em debate

Impacto do COVID-19 na indústria cultural em debate

A Ministra da Cultura e Turismo, Eldevina Materula, dirigiu, quarta-feira, um encontro com artistas e promotores de eventos culturais, para uma reflexão sobre o Impacto da Pandemia do Coronavírus na Indústria Cultural em Moçambique e estabelecer mecanismos de acção para sua mitigação.

Na sessão, foi discutida a problemática do novo Coronavírus e o impacto que poderá ainda criar para a área da Cultura e do Turismo no nosso país.

A Ministra da Cultura e Turismo, Eldevina Materula, salientou que “o Coronavírus é um problema sério, pelo qual devemos todos nos preocupar e tomar medidas urgentes, visando impedir que se instale um caos. Estamos cientes da gravidade do assunto e vamos unir esforços com acções a todos os níveis, apelando, desde já, o envolvimento de todos artistas”.

No evento, ficou patente que esta pandemia está a reduzir as oportunidades de trabalho e de venda das criações e produtos artísticos, o que vai exigir dos fazedores da cultura, resiliência e reinvenção para a subsistência. Igualmente ficou clara a redução drástica do movimento turístico, com impacto negativo para a economia dos cidadãos e para o erário público. Deste facto, foi unânime a necessidade de esforços redobrados por parte do Governo e o envolvimento abnegado de todos artistas na prevenção deste mal.

Como resultado do encontro, e de todas contribuições dadas pelos artistas e promotores de eventos, o Ministério da Cultura e Turismo vai, nos próximos dias, desencadear uma série de acções que visam sensibilizar as pessoas sobre os perigos do Coronavírus, usando todas as formas da arte. A instituição vai trabalhar em conjunto com o Ministério da Saúde para elaborar o Plano Estratégico de Comunicação, bem como de Sensibilização, para reforçar as acções e medidas de combate à pandemia.

Por seu turno, a classe dos artistas e promotores culturais assumiu o seu papel privilegiado enquanto agentes fazedores e influenciadores de opinião, de mudanças de atitudes, tendo vincado o compromisso em fazer uso dos recursos artísticos como ferramenta para a difusão das mensagens de prevenção, sensibilização e combate ao novo coronavírus.

O encontro de reflexão surge após recomendações deixadas pelo Chefe de Estado, Filipe Jacinto Nyusi, para a observância de medidas de prevenção contra o novo coronavírus. Para além de artistas e promotores de eventos culturais, o encontro contou com participação do Vice-Ministro da Cultura e Turismo, Fredson Bacar, e de representantes do Ministério da Saúde.

 

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique