INAS de Inhambane com falta de meios de compensação

INAS de Inhambane com falta de meios de compensação

A Delegação do Instituto Nacional de Acção Social (INAS) de Inhambane mostra-se preocupada com a falta de meios materiais, para fazer face as necessidades dos beneficiários, sobretudo, no que respeita a alocação dos meios de compensação.

De pouco mais de 30, que eram atribuídos até ano passado, para este ano a delegação recebeu apenas nove.

É uma realidade que se constata um pouco por todo o país. Cada dia há maior número de pessoas com necessidades especiais e algumas sem alguém que lhe preste cuidados.

Através do subsídio social básico, o Governo tem vindo a aliviar parte dos necessitados, sejam eles por velhice, orfandade e outras necessidades socias. Face a actual realidade, da redução, na alocação dos meios, para compensar a locomoção dos que necessitam, o delegado do Instituto Nacional de Acção Social, de Inhambane, Isac Mucavel mostra-se preocupado, com fraca capacidade de resposta.

A Direcção Provincial do Género, Criança e Acção Social (DPGCAS) de Inhambane, através da sua representante, Páscoa Sumbane diz que projecta informatizar o sistema, com vista a simplificar o serviço de atendimento.

Actualmente, a província conta com cerca de 30 mil beneficiários de Assistência Social Básica subdivididos em vários programas.

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique