Inaugurado hotel-escola em Pemba e Nyusi quer profissionais competentes

Inaugurado hotel-escola em Pemba e Nyusi quer profissionais competentes

Entrou em funcionamento, hoje, o hotel-escola do Instituto Industrial e Comercial de Pemba, em Cabo Delgado. A partir do próximo ano, a instituição vai formar 225 profissionais do nível médio dos ramos de hotelaria e turismo, no modelo regular e de curta duração
Na inauguração, o Presidente da República, Filipe Nyusi, disse que a infra-estrutura faz parte da reforma do ensino técnico-profissional em curso no país.

Pretende-se, com o processo, de acordo com o Chefe de Estado, desenvolver uma força de trabalho “qualificada, dotada de competências profissionais, cultura do trabalho e espírito empreendedor, para que possa intervir, efectivamente, nos processos de desenvolvimento”.  

Mas para tal, “temos que olhar longe”, o que significa que o progresso de Cabo Delgado “não pode ser esperado apenas com a exploração do gás natural” e de outros recursos tais como hidrocarbonetos e grafite. Estes, bem como a terra arável, a actividade piscatória, a produção de hortícolas, frango e carne devem despertar a consciência de que, além de gerar postos de emprego, irão precisar de serviços de apoio, sendo a hotelaria e o turismo parte deles.

O turismo, na perspectiva do Presidente da República, “é uma das áreas prioritárias definidas pelo Governo” para impulsionar o “desejado desenvolvimento e bem-estar dos moçambicanos”.

Outrossim, os gestores do hotel-escola devem aproveitar o facto de a instituição a que estão afectos estar situada em Pemba – a terceira maior baía do mundo – e “agregar o turismo à cultura”.

Ademais, nunca se deve perder de vista que os turistas estrangeiros quando chegam em Moçambique privilegiam um atendimento com excelência. Assim, a formação no hotel-escola de Pemba deve também estar focada na qualidade do capital humano, porquanto “quando a qualidade dos recursos humanos não satisfaz às exigências dos turistas”, estes facilmente optam pelos serviços da estância que atendê-los melhor.

“O modelo hotel-escola deverá traduzir-se num centro educacional de referência, onde são desenvolvidas habilidades do saber fazer, conjugando a prática e teoria num ambiente de formação e de trabalho”, disse Filipe Nyusi, desafiando o Ministério da Ciência e Tecnologia, Ensino Superior e Técnico Profissional e a direcção da recém-inaugurada instituição a ter um horizonte mais alargado e abrangente sobre a formação de profissionais.  

Um dos desafios deixados pelo Presidente da República consiste em a direcção do hotel-escola fazer jus ao nome que a instituição carregada, servindo de local de hospedagem, a par do que acontece noutros países como a Holanda.

“Quero aqui orientar o ministério (da Ciência e Tecnologia, Ensino Superior e Técnico Profissional) e a direcção da escola sairem da caixa. Têm que pensar. Nós já fizemos a nossa parte integrando-vos como gestores”, afirmou Nyusi, para quem “sair da caixa”, pode se traduzir em buscar no estrangeiro pessoas com conhecimentos consolidados em hotelaria e turismo para formar os estudantes do hotel-escola do Instituto Industrial e Comercial de Pemba.

Essa iniciativa é necessária porque, segundo justificou Nyusi, “às vezes, entre nós, ensinamo-nos mal”. Por isso, “vamos buscar o conhecimento lá onde existe (…)”.

“O Governo pretende implementar a qualidade de prestação de serviços nas áreas ligadas à hotelaria, procurando responder à necessidade de mão-de-obra” e não basta de ter gente com conhecimentos sobre hotelaria, “é preciso ter o mínimo do padrão universal”.

Nyusi manifestou ainda o desejo de ver formados profissionais “polivalentes e flexíveis”.

A inauguração do hotel-escola do Instituto Industrial e Comercial de Pemba “devia ter sido no semestre passado, o que não foi possível devido a danos que sofreu” aquando do “ciclone Kenneth”, disse Nyusi.
A infra-estrutura, orçada em mais de 170 milhões de meticais – construção e apetrechamento – foi erguida pelo Governo, com Fundo de Apoio ao Sector de Educação (FASE).

Na cidade de Pemba, o Chefe de Estado visitou o Hospital Provincial de Pemba, para se inteirar do seu funcionamento, e o Complexo Desportivo local.

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique