O País Online - A verdade como notícia

Domingo
23 de Abril
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início

Cerca de 30 mil aves serão vacinadas contra peste aviária

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

Lançada campanha de vacinação contra a doença

O Governo da cidade de Maputo prevê vacinar cerca de 30 mil aves, até Abril, contra a doença do Newcastle, também conhecida como pseudo peste aviária, uma enfermidade viral aguda, altamente contagiosa, que ataca aves silvestres e comerciais, com sinais respiratórios frequentemente seguidos de manifestações nervosas, diarreia e edema da cabeça.

Para o efeito, a governadora da capital, Iolanda Cintura, lançou, ontem, a campanha de vacinação contra a doença que afecta as aves.

A vacinação é gratuita e pretende alcançar os criadores de aves, caso de galinhas, patos, entre outras susceptíveis de contrair a doença. “As brigadas, formadas por técnicos agro-pecuários, andarão de casa em casa para poder administrar esta vacina. Vai decorrer num espaço de 35 dias, achando-se ser esta a quantidade de aves que a Cidade de Maputo tem”, disse Cintura.

Os distritos de Ka Mubukwane, Ka Tembe, Ka Nhaca e Ka Mavota são os principais pontos a ser abrangidos pela vacinação. “Esta campanha é feita todos os anos, como prioridade do governo de garantir a vacinação das aves. A doença de Newcastle, quando afecta uma determinada capoeira, é capaz de matar todas as aves. Assim, o governo pretende prevenir que haja mortalidade das aves, procurando abranger todos os criadores”, explicou Cintura.


 

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo