O País Online - A verdade como notícia

Sexta-feira
24 de Março
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Cultura Cultura Moçambique é o principal beneficiário de bolsas de estudo para o Brasil

Moçambique é o principal beneficiário de bolsas de estudo para o Brasil


Cooperação educacional

Mais de metade das bolsas de estudo internacionais oferecidas pelo governo brasileiro, em 2016, no âmbito do Programa de Estudante Convênio Pós-graduação (PEC-PG) naquele país da América do Sul, foram destinadas a moçambicanos.

O governo brasileiro oferece bolsas de estudos do PEC-PG a cidadãos de países em desenvolvimento, com os quais aquele país possui acordo de cooperação educacional para formação em cursos de pós-graduação, (mestrado e doutorado) em Instituições de Ensino Superior (IES) brasileiras.

Um comunicado da embaixada do Brasil em Maputo, que a AIM teve acesso, refere que, em 2016, os estudantes moçambicanos obtiveram 42, do total de 76 bolsas de estudos oferecidas no âmbito deste programa.

A fonte adianta que o programa engloba estudantes de diversos países de África, Américas e Ásia.

Ao longo de 2016, o Centro Cultural Brasil-Moçambique promoveu palestras e encontros para informar e auxiliar os estudantes moçambicanos interessados em participar do processo selectivo, que tem como principal critério o potencial de pesquisa do estudante, de modo a contribuir para o desenvolvimento de seu país de origem.

“Este é o resultado de um esforço conjunto dos governos brasileiro e moçambicano na área de pesquisa e formação académica, que também se reflecte no mercado de trabalho, onde profissionais formados no Brasil são reconhecidos pela competência técnica e académica”, destaca o comunicado.

No PEC-PG, segundo a fonte, o estudante pode escolher o curso, a universidade e a cidade onde deseja morar, sem pagar nenhum tipo de taxa ou encargo pelos estudos e recebe uma bolsa durante todo o período de duração do curso.

Após a conclusão das actividades, os diplomas são entregues ao estudante com todos os requisitos necessários para ser reconhecido pelo Governo moçambicano.

Os estudantes interessados em participar no próximo PEC-PG devem realizar, a partir de 6 de Março, as inscrições para o exame Celpe-Bras 2017, obrigatório a todos que queiram concorrer às bolsas e vagas oferecidas pelo Governo brasileiro.

 


 

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -24-03-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 

Edição Impressa 390