O País Online - A verdade como notícia

Sábado
27 de Maio
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Cultura Cultura Xembha: a nova voz do afro-jazz

Xembha: a nova voz do afro-jazz

Cantora lançará o video-clip da música “Lisimu dra lirhandru” nesta semana

Continua gata, se quisermos nos apropriar do calão brasileiro para assumirmos a sua beleza e forma, mas já não faz parte do seu nome. Xembha (que já não é Gata Xembha), diminuiu seu nome, pois já não condiz com a sua nova identidade musical, o afro-jazz.

A ex-exploradora do Kuwaito adoptou o novo estilo musical em 2012. A necessidade de explorar a música ao vivo fê-la apostar em afro-jazz. Até porque a sua primeira viagem ao ritmo, com “Minhembete” (lágrimas), música que contou com a participação de Roberto Chitsondzo, foi muito bem recebida.

A artista diz que não foi abandonada pelos seus seguidores, até porque os seus fãs atravessaram junto com ela para a outra margem. E mais, neste segundo álbum (primeiro de afro-jazz), Xembha não excluiu algumas sonoridades dançantes. Lá estão para quem, porventura, tenha saudades do seu passado.

Em 2015, como forma de testar seu público, lançou um CD promocional de cinco músicas. A artista não só promovia o trabalho que tem como Abril o mês de lançamento, mas também promovia o seu novo lado musical. Para a sua alegria, o trabalho foi bem recebido. As vendas que houve são disso testemunhas. Agora, como que a retribuir pela boa adesão, o álbum está mais trabalhado e mais maduro.

Ao todo, serão 11 faixas tocadas ao vivo pelos melhores instrumentistas que o país têm, a título de exemplo, Hélder Gonzaga, Tapelo, Nelton Miranda, Bernardo Domingos. Neste mais recente trabalho discográfico, Xembha traz temas que legitimam o seu crescimento. Os dramas do amor, alegria e a solidariedade para com pessoas da terceira idade são assuntos que se podem ouvir no álbum.

No estúdio desde 2013, a Artista Revelação do Ngoma Moçambique com a marrabenta intitulada “Ashley”, tem se desdobrado para levar ao público um CD que não seja apreciado apenas no solo pátrio. Pois a sua luta é que seja reconhecida a nível internacional.

“Lisimu dra lirhandru”: presente aos namorados

A ser lançado esta semana, em diferentes estações televisivas nacionais e internacionais, o video-clip da música “Lisumu dra lirhandru” (Canção de amor) vai servir de presente aos namorados, afinal estamos na semana da celebração do São Valentim. O vídeo transparece, sem dúvida, o amor. Tchakaze e o seu companheiro servem de actores neste trabalho, mostrando o amor que dois músicos partilham. Além disso, a paisagem, o mar e as flores são outros elementos que traduzem os derivados do amor: paz, liberdade e bem-estar. Nesta música, encontramos uma artista mais convicta e consistente, em que a sua voz suporta a instrumental com os ritmos tocados como manda a lei da qualidade. Em changana, Xembha diz, através desta música, que gosta de cantar sobre o amor e pede ao seu amado que apenas se cale e se deleite com a música, pois vai perpetuar-se no coração de ambos.

 

 

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -25-05-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 

Edição Impressa 398