O País Online - A verdade como notícia

Sexta-feira
24 de Março
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Cultura Cultura Alexandre Dunduro lança “O casamento misterioso de Mwidja” no Brasil

Alexandre Dunduro lança “O casamento misterioso de Mwidja” no Brasil

Quarto volume da série “Contos de Moçambique” sai sob a chancela da editora Kapulana

Mais uma vez, a literatura moçambicana viaja para o Brasil. Nesta nova aventura, o veículo de transporte é a obra O casamento misterioso de Mwidja, de Alexandre Dunduro, quarto volume da série “Contos de Moçambique”.

O lançamento do livro está marcado para o próximo Sábado, na Livraria Noroeste, às 16h.

Além da celebração do livro, da arte e da cultura moçambicana, a cerimónia irá incluir uma sessão de estórias orais, com a actriz Mariana Rhormens.

O casamento misterioso de Mwidja, de Dunduro, faz parte da série composta por contos da tradição oral moçambicana. Na obra, o autor narra a intrigante estória de Mwidja e seu irmão, também melhores amigos, que passam por uma perigosa aventura e contam com a ajuda de seu amigo flamingo para encontrarem o caminho de volta a casa.

Nesta narrativa ilustrada por Luís Cardoso, a partir do artesanato de Orlando Mondlane, Mwidja e seu irmão Zwiriro vencem muitos desafios.

Alexandre Dunduro nasceu na Beira, em 1987. É formado em Relações Internacionais e Diplomacia. Segue a carreira de pesquisador e consultor desde 2012. Também é activista cultural, estando envolvido em iniciativas juvenis de promoção da Cultura e da Literatura Infanto-juvenil. Dunduro é ainda co-fundador do grupo Clube de Leitura, no Instituto Superior de Relações Internacionais.

É membro activo da plataforma online de literatura jovem moçambicana, Lidilisha, onde tem publicado vários textos, na sua maioria poesia.

Actualmente, desenvolve e implementa projectos de desenvolvimento social, ambiental e cultural e colabora em vários projectos como consultor e pesquisador.

 

 

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -24-03-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 

Edição Impressa 390