O País Online - A verdade como notícia

Sexta-feira
28 de Julho
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Cultura Cultura Júri do Prémio Literário Eduardo Costley White anuncia primeiro vencedor do concurso esta Segunda-feira

Júri do Prémio Literário Eduardo Costley White anuncia primeiro vencedor do concurso esta Segunda-feira

1.ª edição do Prémio Literário Eduardo Costley-White contou com 34 candidaturas de cinco países

A Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento (FLAD) irá entregar amanhã, pelas 15h00, a 1.ª edição do Prémio Literário Eduardo Costley-White. A cerimónia vai ter lugar no auditório da FLAD, na presença de Vasco Rato, Presidente da FLAD, e de Mia Couto, Presidente do Júri e um dos mais relevantes escritores moçambicanos.

O Prémio Literário Eduardo Costley-White é uma iniciativa do Programa FLAD África, em parceria com a editora Edições Esgotadas.

O vencedor, que será conhecido esta Segunda-feira, durante a cerimónia, recebe o valor de dez mil euros e vê ainda o seu livro publicado.

“Além do aprofundamento da relação entre Portugal e os Estados Unidos da América, a FLAD aposta na cooperação com os países africanos de Língua Portuguesa. Este prémio vem mostrar esse empenho, em especial através da difusão da Lusofonia, da Língua Portuguesa e da promoção de novos talentos literários”, salienta Vasco Rato, Presidente da FLAD.

Na 1.ª edição do Prémio Literário Eduardo Costley-White foram validadas 34 candidaturas – poesia e prosa – de cidadãos de Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe.

“A adesão a este prémio deixa-nos muito satisfeitos. Recebemos candidaturas de cidadãos de todos os países africanos de expressão portuguesa, a adesão a esta iniciativa e a elevada qualidade dos textos motivam-nos a aprofundar o nosso empenho em África”, revela Bruno Ventura, director do Programa FLAD África.

Eduardo White foi um renomado poeta moçambicano. Nasceu em Quelimane, em 1963, foi membro da Associação dos Escritores Moçambicanos. Com mais de 10 livros publicados e inúmeros prémios, White perdeu a vida a 24 de Agosto de 2014.

 

 

 

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -28-07-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 

Edição Impressa401