O País Online - A verdade como notícia

Quinta-feira
25 de Maio
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Cultura Cultura Skhendla apresenta duas peças este fim-de-semana

Skhendla apresenta duas peças este fim-de-semana

Grupo teatral estreia “O Perdão de Nwamulambo”, amanhã, na Fundação Fernando Leite Couto

Embora tenha sido celebrado oficialmente no passado mês de Março, o grupo teatral Skhendla reservou o mês de Abril para prestar homenagem a esta arte. Serão ao todo três dias e duas peças teatrais.

Esta sexta-feira, o Skhendla estreia, no acolhedor palco da Fundação Fernando Leite Couto, a peça “O Perdão de Nwamulambo”, uma recriação do conto popular da Mulher Cobra, cuja estátua encontra-se na Praça dos Trabalhadores. Nesta peça, o Skhendla debate-se sobre a fúria da natureza, diante da crescente onda de poluição existente no planeta.

O texto, que é de Agnaldo Bata, conta com a encenação de Bento Francisco e tem como protagonistas com Ayrton Mula, Bento Francisco, Jacinto Wate, Jatniel Chilaúle, Pedro Fernando, Paula Ngale, Titos Damião, Ernesto Chirindze e Wilza Teresa.

Nos dias subsequentes, sábado e domingo, o grupo visita o histórico palco do cine teatro Gil Vicente, a reflexão estará à volta do racismo com direito a uma viagem à nossa história, concretamente no tempo colonial.

“O Preto Branco” é a peça a ser exibida nesses dois dias e retrata a história de Nwamissava, um assimilado que, quando jovem, viu o seu pai a ser enviado para o trabalho forçado fora do país e testemunhou a morte da sua mãe nas plantações dos colonos. A peça estreou em 2015, no Festival Internacional do Teatro de Inverno, no palco da Casa Velha, e será exibida pela 5.ª vez no país.

 


 

 

 

 

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -24-05-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 

Edição Impressa 398