O País Online - A verdade como notícia

Sexta-feira
23 de Junho
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Cultura Cultura Novo Cine da Beira exibe “O casal Palavraki”

Novo Cine da Beira exibe “O casal Palavraki”

Espectáculo teatral marcado para sábado e domingo

 

Neste fim-de-semana, “O Casal Palavraki”, espectáculo do grupo teatral Katchoro, estará em exibição no Teatro Novo Cine, cidade da Beira.

“O Casal Palavraki” é um espectáculo adaptado do texto original de Angelica Libdell, renomada escritora espanhola, cujo enredo retrata a história de um casal, Elsa e Mateus, duas vítimas do seu passado. Os dois vivem traumatizados pelos maus tratos que foram vítimas na infância, protagonizados pelos seus pais.

Elsa e Mateus odeiam os seus pais, odeiam o mundo, aliás, é o ódio pelo mundo o encantamento que os uniu. Mas Elsa desde que engravidou não odeia mais  o mundo. As coisas mudaram. Agora acredita na esperança e os filhos para ela são uma forma de combater o mal. Mas para Mateus nada mudou, o mundo continua perverso e ter filhos é perpetuar a maldade.

Durante a gravidez, Mateus faz de tudo para convencer, sem sucesso, a filha a não vir ao mundo. A menina nasce aos olhos indiferentes do pai e aos sete anos morre. O mundo é cruel. O trauma se agiganta. Elsa e Mateus não conseguem se livrar do mal.

No texto original, os dois têm um fim trágico. Acabam mortos. Mas nesta adaptação acabam suspensos. Pausados, talvez por um suspiro de quem procura reflectir sobre o cenário cadavérico que vivemos.

O projecto tem como objectivo partilhar com o público beirense o trabalho teatral que o grupo Katchoro tem vindo a desenvolver há quatro anos em Maputo, como forma de estabelecer um intercâmbio cultural entre os fazedores de teatro das duas cidades e, desta feita, contribuir para o desenvolvimento das artes dramáticas no país.

A representação desta peça conta com os actores Açucena Daniel e Sidónio Mondlane. E a encenação e Adapatação do Texto esta na responsabilidade de Venâncio Calisto

 

 

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -22-06-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 

Edição Impressa402