O País Online - A verdade como notícia

Sexta-feira
23 de Junho
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Cultura Cultura Abre hoje concurso “Palavra do Ano” no Camões

Abre hoje concurso “Palavra do Ano” no Camões

Anúncio da palavra vencedora será feito no início de Dezembro deste ano

Depois do sucesso do ano passado, a Plural Editores volta a promover a iniciativa com o apoio do Camões – Centro Cultural Português em Maputo, local onde decorre o lançamento oficial hoje (17), às 17h00, com o apadrinhamento já habitual de Roberto Chitsondzo.

A “Palavra do Ano” é uma iniciativa com a marca registada da Porto Editora e tem como principal objectivo sublinhar a riqueza lexical e o dinamismo criativo da língua portuguesa, património vivo e precioso de todos os que nela se expressam, acentuando, assim, a importância das palavras e dos seus significados na produção individual e social dos sentidos com que vamos interpretando e construindo a própria vida.

O período de sugestões começa agora e prolonga-se até o final do mês de Outubro, altura em que a Plural Editores anunciará as respectivas listas de 10 palavras candidatas à palavra do ano, definidas a partir das sugestões dos internautas, mas também com base no estudo da frequência e distribuição do uso das palavras, da monitorização da comunicação social e das redes sociais e, ainda, dos acessos e consultas aos dicionários digitais do grupo Porto Editora.

O anúncio da palavra vencedora será feito no início de Dezembro de 2017.

Em 2016, “Paz” foi eleita a palavra do ano em Moçambique. Quais serão as palavras que este ano serão escolhidas para “competir” para o título de palavra do ano?

 

 


 

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -22-06-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 

Edição Impressa402