O País Online - A verdade como notícia

Domingo
20 de Agosto
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Cultura Cultura Billy Ocean a caminho de Maputo

Billy Ocean a caminho de Maputo

Espectáculo do “Moments of Jazz” agendado para Setembro contará com a presença de Billy Ocean

O “Moments of jazz” é sem dúvida um novo paradigma na produção de espectáculos em Moçambique. A série de concertos que agita Maputo há quatro anos resgata o público que já não tinha fé em espectáculos que concretizam seus sonhos, ao ver artistas que se celebrizaram nos anos passados e que marcaram gerações a actuarem em Moçambique. A título de exemplo, mencionam-se os músicos Gerald Albright, Norman Brown, Euge Groove, Kirk Whalum, Marcus Miller, Richard Bona, Kool & The Gang e George Benson, só para citar alguns num total de 19 espectáculos realizados.

Depois de cruzar três monstros da guitarra, em Março último, Norman Brown, Jimmy Dludlu e João Cabral, o “Moments of Jazz” vai, mais uma vez, brindar os sedentos de boa música com a presença de mais um ícone da música internacional: Billy Ocean.

Pela primeira vez em Moçambique, com o espectáculo agendado para dia 22 de Setembro, no Campus principal da UEM, o célebre artista de 67 anos vem partilhar o melhor do seu blues, pop e soul divulgados num universo de 18 álbuns.

O responsável da BDQ, organizadora dessas tertúlias musicais refere que “o que motivou o convite ao músico é o seu sucesso musical no mundo e a oportunidade de tê-lo em Moçambique ainda no auge da sua carreira”.

Segundo Belmiro Quive, a escolha dos músicos internacionais para estes eventos que já são uma marca de prestígio em Moçambique é determinada pelo perfil do “show” que é feito no quadro do projecto “Moments os jazz”. Este critério, como explica Quive, não é exclusivo aos músicos estrangeiros. Para se ter noção do que o administrador diz, o espectáculo de Billy Ocean vai contar com músicos como Fernando Luís, Miguel Xabindza e Sérgio Butler.

Quive não tem dúvida de que estes três nomes estão à altura de dividir o palco com o autor de “When the going gets tough”, entretanto, não quis aprofundar sobre o critério de selecção dos músicos. “Há muitos segredos de produção que não são partilhados e a selecção dos músicos também obedece a um critério que, muita das vezes, faz parte do nosso segredo de produção”, contou.

Segredos à parte, o melhor é que realmente os anfitriões não costumam decepcionar, que o diga quem ouviu as guitarras de Jimmy Dludlu e João Cabral.

O nosso interlocutor assegurou-nos ainda que se prevê um espectáculo sem igual, pois está a ser preparado ao mínimo detalhe. “Queremos que seja mais um “show” de sucesso e que os fãs de Billy Ocean não se arrependam de o terem esperado”, secundou.

Billy Ocean nasceu a 21 de Janeiro de 1950 no Trindade e Tobago, mas cedo emigrou para Inglaterra para aprender música na década de 1970. Tem um vasto repertório e algumas músicas usadas como trilhas sonoras de vários filmes.

 


 

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -18-08-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 

Edição Impressa411