O País Online - A verdade como notícia

Domingo
20 de Agosto
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Cultura Cultura Emerson Miranda vai apresentar Angola Music Awards

Emerson Miranda vai apresentar Angola Music Awards

Miranda lamenta fim do concurso Moçambique Music Awards  e diz  que não percebe o término da iniciativa

Emerson Miranda será o único moçambicano a apresentar a gala Angola Music Awards (AMA), um concurso angolano que destaca o trabalho dos melhores e mais populares artistas e criadores de música daquele país africano. O apresentador olha para este convite como a valorização do trabalho que por si é feito.

“Recebi o convite e fiquei muito feliz, porque se fui escolhido é porque o meu trabalho é apreciado. É importante quando pessoas dos outros países reparam para o trabalho que é feito no nosso país a nível do entretenimento e comunicação. Não me considero sortudo, trabalho arduamente para conquistar um espaço nos Países de Língua Oficial Portuguesa (PALOP)”, afirmou o apresentador.

Para Big Barrão Boss, como é popularmente conhecido, fazer parte do leque de apresentadores do AMA é uma responsabilidade porque estará a representar o país além-fronteiras.

“É uma grande responsabilidade não só para mim como também para o nosso país, pela dimensão que o AMA tem. Tenho a tarefa de representar bem o país. Estarei a fazer o que mais gosto, apresentar, comunicar e interagir com o público, de forma alegre como tenho feito”, disse Miranda.

Big Barrão Boss conta que ano passado recebeu o convite para apresentar o AMA, mas como tinha um contrato de exclusividade com o reality show Big Brother Moçambique e Angola não pode aceitar a solicitação. O AMA será realizado neste sábado na cidade de Luanda.

Olhando para o entretenimento e música moçambicana, Miranda lamentou o fim do concurso Moçambique Music Awards (MMA), diz não perceber o término da iniciativa. O MMA distinguia os melhores artistas e compositores moçambicanos anualmente. O apresentador revelou que faz parte da comissão organizadora do PALOP Music Awards, uma iniciativa que irá premiar os artistas pertencentes aos PALOP. A ausência do MMA poderá comprometer a representação do país no evento.

“Não sei ao certo o que aconteceu para o fim do MMA, era um concurso que nos dignificava. Vem aí o PALOP Music Awards que irá juntar os melhores artistas da comunidade, não sei como Moçambique se fará representar. O evento será realizado em Novembro, em Cabo Verde. Não temos o nosso awards, como nos faremos representar, este é um ponto que merece o olhar dos fazedores de cultura no nosso país,” lamentou Emerson Miranda.

Emerson Miranda já apresentou o Cabo Verde Music Awards, Big Brother Angola Moçambique e vários espetáculos em Portugal e Angola.

 

 

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -18-08-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 

Edição Impressa411