O País Online - A verdade como notícia

Domingo
23 de Abril
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Desporto

Desporto

Arrancaram inscrições para Básquete Show

É obrigatória a apresentação do B.I.

Ler mais...

Clubes contestam convocatória

Os clubes que participaram na primeira edição da Liga Nacional de Basquetebol (LNB) contestam os moldes em que foi convocada a Assembleia-Geral constituinte do órgão reitor do novo modelo de disputa do Campeonato Nacional na categoria de seniores masculinos.  Com efeito, os clubes (Maxaquene, Desportivo, Costa do Sol e Ferroviário de Maputo), que estiveram reunidos na noite de ontem, alegam que a comissão instaladora da LNB não respeitou o período mínimo imposto por lei (15 a 30 dias) para a realização da magna reunião, bem como a convocatória não contém os pontos da agenda a ser discutidos, ao contrário do anúncio que foi publicado na imprensa. Por outro lado, os clubes reclamam do facto de a convocatória ter sido feita  por quem não tem competência para tal (designadamente o secretário executivo ... Neves), para além de não ser acompanhada de documentação de suporte, designadamente, o relatório de contas do exercício de 2008, os estatutos que merecerão análise e aprovação na reunião marcada para sábado próximo, 25 de Abril. Direito a voto Num outro desenvolvimento, a nossa fonte revelou que os clubes não concordam com o facto de se ter estipulado que têm direito a voto as associações provinciais de basquetebol (com excepção de Cabo Delgado, que oficialmente não pratica a modalidade) e os clubes apurados para a fase final da edição passada, nomeadamente, Ferroviário de Maputo e da Beira, Costa do sol, Desportivo e Maxaquene. Para estes, segundo a lei, compete aos clubes discutirem matéria relacionada com a criação da Liga, dado que a mesma é integrada exclusivamente pelos clubes, tal e qual acontece com a Liga Moçambicana de Futebol.  Como solução desta situação, os clubes propõem a formação de uma comissão para preparar a criação da Liga de clubes, para além de defendem que os órgãos sociais da referida Liga devem ser constituídos por dirigentes indicados pelos clubes desde que estejam salvaguardadas as incompatibilidades a advir desta situação.

Ferroviário na linha da frente

As formações do Desportivo e Ferroviário de Maputo entraram a “matar” no Torneio de Preparação de Hóquei em patins, na capital do país. Os “locomotivas”, vencedores do Torneio de Abertura, primeira prova desta temporada, não tiveram mãos a medir  e, na primeira jornada, golearam o Maxaquene por 14-1.  Esta vitória folgada coloca a turma orientada por Júlio Mungoi e Pedro Tivane na liderança, com três pontos, os mesmos do Desportivo,  mas com melhor  goal average.  Trata-se, de resto, de números que poderão ser decisivos nas contas finais, se se tomar em conta o facto do Desportivo de Maputo ter conquistado a Taça Fernando Duarte, por ter melhor goal average.  No jogo de decisão do título, recorde-se, o Desportivo de Maputo e Ferroviário de Maputo empataram a quatro bolas.  Seja como for, a turma orientada por Pedro Pimentel também saiu vitoriosa da primeira jornada do Torneio de Preparação, pois humilhou o Estrela Vermelha  por expressivos 11-4. A superioridade dos “alvi-negros”, que conquistaram a Taça Fernando Duarte, nunca esteve em causa.  Na segunda jornada, aprazada para sábado, o Desportivo de Maputo terá pela frente o Maxaquene, numa partida em que a primeira equipa parte como favorita para alcançar a vitória.   Já o Ferroviário de Maputo defronta o Estrela Vermelha, num encontro em que os pupilos de Júlio Mungoi acabarão  por vencer com maior ou menor dificuldade.De recordar que esta prova serve de preparação da selecção nacional que, em Julho, participa na 39ª edição do Campeonato Mundial do Grupo A, em Vigo, Espanha. Moçambique, recorde-se, está inserido no grupo A juntamente com a Espanha, campeã em título, Angola e Colombia A.

“Internacional” Joaquim Chissano já mexe

A piscina Raimundo Franisse será palco,  de 24 a 26 de Abril corrente,  da oitava edição do Torneio Internacional Joaquim Chissano de Natação, prova que irá movimentar cerca de 320 nadadores em representação de clubes de Maputo, Beira e Tete.  Do estrangeiro, confirmaram  a sua presença no certame nadadores da Suazilândia e África do Sul  faltando, para já, a confirmação de Portugal e Zimbabwe.  Serão, no total,  três jornadas repletas de emoções nas quais estarão em disputa provas de 50, 100 e 200 metros em todas as especialidades, bem como 4x50, 4x100 e 4x200 metros livres.   Neste certame, a Associação de Natação da Cidade de Maputo (ANCM) irá colocar à  disposição dos participantes prémios aliciantes, sendo que neste, momento, decorrem negociações com potenciais patrocinadores para o efeito.  Para já, Caetano Ruben, secretário-geral da ANCM, diz que esta agremiação está  a trabalhar de modo a que “a prova seja um verdadeiro sucesso”.  Ruben (Ilustre) disse ainda que decorre, neste momento, “um trabalho aturado de sensibilização do empresariado, no sentido de dar o seu contributo para a realização desta competição”.  De recordar que, na última edição, o Ferroviário de Maputo evidenciou-se colectiva e  individualmente no meeting, com um total de 52 medalhas de ouro, contra 42 do  Clube de Natação Golfinhos  de Maputo.  Os nadadores Jannat e Allan Bique, ora no nóvel Clube Tubarões, venceram oito provas totalizando, desta forma,  16 medalhas de ouro.  Nota de destaque ainda para o nadador Nuno Gomes, infantil do Clube Ferroviário da Beira, que fixou  cinco novos recordes nos 50 metros livres, costas e mariposa, e 100 metros costas e mariposa.Por seu turno,  Géssica Stagno, nadadora dos Golfinhos, conquistou  sete medalhas de ouro  e bateu um recorde, nos 200 metros livres

Tunísia e Sudão disputam jogo amigável

O jogo da segunda jornada entre a Tunísia e Moçambique já está a mexer com as autoridades futebolísticas tunisianas. Com efeito, a selecção de futebol da Tunísia vai defrontar a sua similar do Sudão, a 27 de Maio em Tunis, em jogo amigável de preparação das duas equipas para a segunda jornada da terceira e última volta das eliminatórias combinadas para o CAN e Mundial de 2010. O jogo entre a Tunísia e Moçambique, marcado para 6 de Junho, está agendado para o estádio de Radès, perto de Tunis, no quadro do Grupo B que integra igualmente o Quénia e a Nigéria. Por outro lado, o Sudão vai defrontar o Benin a 7 de Junho, em Cotonou, para o Grupo D, composto também pelo Gana e Mali. Os “Águias de Cártago” da Tunísia iniciaram estas eliminatórias ao impor-se, em Nairobi, contra o Quénia (2-1). O primeiro de cada grupo vai qualificar-se para o Mundial de 2010 na África do Sul, enquanto os três primeiros de cada grupo vão ao CAN, em Angola. Estágio na Europa Depois do seu jogo contra Moçambique, a Tunísia vai receber a 20 de Junho a Nigéria para a terceira e última jornada da primeira volta da actual fase de apuramento.  Para preparar este jogo, a equipa tunisiana vai efectuar um estágio na Europa, em Barcelona (Espanha), em Lisboa (Portugal) ou em Roma (Itália).  O programa de preparação da equipa foi instaurado pelo comité de gestão da Federação Tunisiana de Futebol (FTF), que se reuniu recentemente em Túnis para esse fim.  A FTF está em negociações com a Federação Italiana de Futebol (FIF) para a organização de um jogo, a 20 de Agosto em Túnis, entre as equipas nacionais dos dois países no quadro dos seus preparativos para a última jornada da primeira volta da actual fase de apuramento para o Mundial.  Moçambique estagia na Líbia Enquanto isso, Moçambique também já está a pensar no jogo a disputar a 6 de Junho diante da Tunísia, tendo a equipa técnica iniciado um trabalho com os jogadores que poderão ser convocados para essa operação, mas que alinham no Moçambola 2009. Para além desses treinos a realizarem-se às terças-feiras, num total de cinco, a Federação Moçambicana de Futebol projecta realizar um estágio de quatro dias na Líbia, a começar a 31 de Maio para, depois, os Mambas seguirem viagem para Túnis.

Adriano e Inter Milão vão rescindir contrato

Adriano e Inter Milão vão rescindir contrato

O avançado brasileiro Adriano vai rescindir contrato com o Inter Milão,

Ler mais...

Embaixada britânica apoia disportistas deficientes na Zambézia

O Alto Comissariado britânico em Moçambique ofereceu material desportivo diverso a pessoas portadoras de deficiência

Ler mais...
Moçambique acolhe jogos para qualificação de Voleibol

Moçambique acolhe jogos para qualificação de Voleibol

O objectivo principal da equipa de todos nós é qualificar-se.

Ler mais...
Revitalização do ciclismo vai custar 400 mil euros

Revitalização do ciclismo vai custar 400 mil euros

Prevê-se o arranque no próximo mês de Outubro.

Ler mais...
Mambas iniciam jogo de preparação

Mambas iniciam jogo de preparação

O prόximo jogo dos Mambas está marcado para 6 de Junho.

Ler mais...
Jornada fácil para líderes

Jornada fácil para líderes

A Liga Muçulmana terá pela frente o Ferroviário da Beira

Ler mais...

Selecção masculina prepara “Zona VI”

A selecção  masculina de voleibol iniciou  a sua  preparação rumo a participação  no campeonato da zona VI, uma  competição a realizar-se no nosso país no próximo mês de Maio. Os jogadores queixam-se da falta de condições para a realização dos seus trabalhos. A selecção de todos nós, aproveita no máximo os dias que faltam, para trabalhar nos aspectos técnicos e tácticos, de modo a garantir uma boa participação no campeonato da zona VI, a ter lugar no início do mês de Maio, em Maputo. Pelagio Pascoal, Secretário geral  da federação moçambicana de volei, disse que os treinos estão a decorrer de melhor maneira possivel. Entretanto, os atletas que integram os treinos do combinado nacional masculino sentem-se desvalorizados devido a vários problemas que enfrentam para a realização dos seus trabalhos, dentre eles  a falta de água e de transporte. Em torno destas dificuldades que a equipa enfrenta, Pelágio Pascoal  disse que jà foi feita a requisição do dinheiro para garantir estas necessidades, esperando-se agora pela resposta da Federeção Moçambicana de Basquetebol. 

Golo de Cristiano Ronaldo elimina FC Porto

Golo de Cristiano Ronaldo elimina FC Porto

Um golo de Cristiano Ronaldo eliminou esta quarta-feira o FC Porto

Ler mais...
CTM acolhe Torneio 7 de Abril

CTM acolhe Torneio 7 de Abril

Pilotos nacionais a caminho da África do Sul

A prova terá lugar no circuito de IDUBE, em Durban

Ler mais...
Itália poderá defrontar Moçambique

Itália poderá defrontar Moçambique

As federações dos dois países poderão assinar, brevemente, um protocolo de cooperação.

Ler mais...
Presidente do Inter admite rescindir com Adriano

Presidente do Inter admite rescindir com Adriano

O presidente do Inter de Milão, Massimo Moratti, admitiu esta quarta-feira que a rescisão de contrato com o futebolista Adriano "é uma solução possível" para ultrapassar a ausência não autorizada do avançado brasileiro. "A rescisão contratual é uma solução possível. Não podemos impedir os jogadores de fazerem o que quiserem com as suas vidas", observou o presidente do clube milanês, que é treinado pelo português José Mourinho. Adriano, que no início da época manteve um braço-de-ferro com Mourinho, não regressou ao Inter de Milão desde que participou, a 01 de Abril, no jogo entre o Brasil e o Peru (vitória brasileira por 3-0), de qualificação para o Mundial2010.

 Hiddink elogia a capacidade de reacção do Chelsea

Hiddink elogia a capacidade de reacção do Chelsea

O treinador do Chelsea, Guus Hiddink, manifestou-se satisfeito

Ler mais...

Direcção do Maxaquene ainda sem soluções

O Clube dos Desportos da Maxaquene atravessa uma crise financeira que levou o técnico principal da equipa sénior, Litos, a aventar a possibilidade de se afastar da equipa técnica, caso a direcção dos “tricolores” não encontre soluções. Na ocasião, Litos falou da falta de pagamento de transporte, lanche e outras despesas dos jogadores, aspectos essenciais para um bom desempenho dos jogadores, mas que tal não é cumprido pela direcção. De acordo com Litos, em declarações feitas no último sábado, no final do enconto entre o Maxaquene e o Textáfrica de Chimoio, “é preciso que a direcção do Maxaquene se una e mude esta situação, pois caso contrário eu vou deixar o clube e o país”, em clara alusão à falta de acompanhamento dos dirigentes “tricolores” à equipa de futebol. O Clube dos Desportos da Maxaquene, que se prepara para a realização da Assembleia-Geral Ordinária, no próximo dia 25 de Abril, enfrenta esta crise depois da conclusão do negócio da venda do seu campo de futebol a Afrin, e a compra das instalações antes pertencentes ao Atlético Muçulmano da Matola. LAM corta financiamento Segundo informações colhidas pela nossa equipa de reportagem, a crise no Maxaquene agravou-se após o corte de financiamento, , há mais de três meses, por parte da empresa patrocinadora do clube, a Linhas Aéreas de Moçambique (LAM) que, mensalmente, alocava cerca de 200 mil meticais e 3 mil dólares. O corte financeiro poderá estar relacionado com a falta de justificação de alguns apoios alocados pela LAM aos “tricolores” nos anos passados.  A LAM exigiu à direcção de Ranfidine a justificação do referido valor, mas esta não foi capaz de o fazer,  alegadamente, “pelo facto de os mesmo terem sido utilizados em anos anteriores à sua gestão”. Ainda de acordo com a nossa fonte, a empresa patrocinadora do Maxaquene, Linhas Aéreas de Moçambique, vai apresentar uma lista de candidatura para as eleições de 25 de Abril, que deverá ser constituída pelos funcionários da empresa, na sua maioria da área financeira, para gerir o futuro do clube. Na última segunda-feira, a direcção do Maxaquene convocou uma conferência de imprensa para explicar os últimos acontecimentos que têm afectado a equipa, mas não convidou os jornalista do “O País” e da Stv, alegadamente porque não fala a estes dois órgãos de comunicação social.

“Furacão” Machanguana arrasa Itália

Continua satisfatória a  prestação de Clarisse Eulália Machanguana na Liga Feminina de Basquetebol Italiano. Manucha, poste de 36 anos e 1.96 metros, tem pautado por exibições regulares ao serviço do Bracco Geas S.S Giovani, equipa onde alinha também a fabulosa base portuguesa Patrícia Nunes Penicheiro (Ticha).  Só para ilustrar os seus índices de valiosidade, a maior referência do basquetebol  moçambicano da actualidade apresenta o registo de 300 pontos, em 26 partidas da época regular, (média de 11.5/jogo) durante os 673 minutos (média de 25.9/jogo) em que permaneceu na quadra. A vice-campeã da WNBA pelas Charlotte Sting, em 2001, colectou ainda 152 ressaltos,  dos quais, 90 ofensivos e 62 defensivos, o que perfaz uma média de 5.8 “rimbazis” por jogo.  Mas há mais: Machanguana  concretizou 118 em 232 lançamentos de campo (50.9% de aproveitamento), para além de ter feito 28 assistências.   Na sua quarta aventura pelo basquetebol italiano,  Clarisse Machanguana converteu 64 em 88 lançamentos livres, brilhante média de 72.7 por cento de aproveitamento.  “Match”, como é carinhosamente tratada pelos norte-americanos, contabiliza 68 desarmes de lançamento e 37 turnovers. De resto, a jogar ao lado de Ticha Penicheiro (sua ex-colega na União de Santarém, em Portugal, e na universidade de Old Dominion, EUA), Machanguana tem-se revelado imparável  nas tabelas sendo que, no passado dia 7 Março, colectou um duplo-duplo ao totalizar 17 pontos e 13 ressaltos em 29 minutos em que esteve em campo. Machanguana, a par de Ticha Penicheiro (19 pontos),  foi fundamental na vitória da sua equipa diante do Umaa Venezia (81-74).  Há, outrossim, o registo de 17 pontos e 8 ressaltos no triunfo do Bracco Geas S.S Giovani frente Virtus Viterbo, partida realizada no dia 4 de Marco de 2008. Porém, os seus 24 pontos e 4 ressaltos não foram suficientes para Manucha e companhia baterem o Cras Basket Taranto, no dia 7 de Fevereiro de 2009 (derrota por 93-77). Na temporada 2006/7, onde representou o San Rafael Roma, a ex-colega de Lisa Leslie nas Los Angeles Sparks teve o registo de 524 pontos (15.9/jogo), 232 ressaltos (7.0/jogo) durante os 1.040 minutos na quadra. No ano seguinte, representou Fiera de Roma Pomezia e obteve 480 pontos (16.0/jogo); 259 ressaltos (8.6/jogo), em 950 minutos em que esteve na quadra. 

Angola é 12ª melhor selecção Moçambique é 55ª

A mesma ocupada na actualização anterior.

Ler mais...
Página 299 de 302

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -21-04-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 


 

EQUIPAANO
Ferroviário da Beira 2014
Ferroviário da Beira2013
Liga Muçulmana2012
Ferroviário De Maputo 2011
Maxaquene2010
Ferroviário De Maputo2009
Atlético Muçulmano2008
Costa Do Sol 2007
Desportivo De Maputo2006
Ferroviário Da Beira2005
Ferroviário De Maputo2004
Ferroviário De Nampula2003
Costa do Sol2002
Maxaquene2001
Costa do Sol2000
Edição Impressa 393