O País Online - A verdade como notícia

Sábado
22 de Julho
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Desporto

Desporto

Paíto conquista Taça na Suiça

Paíto conquista Taça na Suiça

O FC Sion, onde actua o lateral esquerdo moçambicano Paíto, recuperou de uma desvantagem de 2-0 para derrotar o BSC Young Boys por 3-2,

Ler mais...

Basquetebol já treina rumo a Lisboa

Cerca de 50 dias separam-nos da realização da segunda edição dos Jogos da Lusofonia, que decorrerão de 11 a 19 de Julho próximo, em Lisboa, capital portuguesa. O Comité Olímpico de Moçambique (COM), entidade que organiza a preparação do nosso país no evento, e as federações nacionais estão a acelerar os trabalhos relativos à participação dos representantes nacionais. Para já, o COM já definiu as modalidades nas quais o nosso país se fará representar, a saber: basquetebol (masculino e feminino), atletismo (masculino e feminino), voleibol de praia e taekwondo. Basquetebol já trabalha As selecções nacionais de basquetebol sénior feminino e masculino já trabalham no sentido de se apresentarem em Lisboa na melhor forma. Com efeito, o combinado nacional feminino foi o primeiro a iniciar com as actividades, tendo Nazir Salé, seleccionador nacional, convocado um total de 23 jogadores, com destaque para a chamada de Clarisse Machanguana, que já se encontra na capital do país. Nazir Salé (que será auxiliado por Simão Mataveia e Bernardo Matsimbe) pretende que a selecção nacional realize um total de 38 unidades de treinos, antes da partida à Lisboa, sendo que esta etapa de preparação está dividida em duas fases, com a primeira a decorrer de 18 de Maio a 16 de Junho (com um total de 10 sessões a decorrem às segundas e terças-feiras) e a segunda está marcada para ocorrer entre os dias 22 de Junho e 8 de Julho (nesta fase estão agendadas 28 sessões de preparação).   Revalidação do título O objectivo da selecção feminina nos 2ºs Jogos da Lusofonia é a revalidação do título conquistado na primeira edição decorrida em Macau. Para esta competição, espera-se que a selecção esteja na sua máxima força, pese embora persistam dúvidas quanto à integração das jogadoras da A politécnica, que dias antes do início dos jogos da Lusofonia estarão nas Universíadas que terão lugar em Belgrado, Rússia, de 1 a 12 de Julho. Amélia Macamo, Aleia Rachide e Tânia Wachene (todas nascidas em 1988 e com menos de 23 anos, que é a idade limite para participar nas Universíadas) são as jogadoras da A politécnica em dúvida. Ana Flávia Azinheira poderá integrar a equipa pelo facto de já estar fora da idade permitida para a participação na prova. Para resolver esta e outras situações, o presidente do COM, Marcelino Macome, esteve recentemente em Portugal, onde se estudou a possibilidade de se transferir o primeiro jogo de Moçambique para uma data posterior ao dia 11 de Julho, data em que está marcado o arranque das eliminatórias em basquetebol. Basquetebol masculino em dúvida Por outro lado, pairam dúvidas quanto à participação da selecção sénior masculina, segundo avançou uma fonte federativa.No entanto, a selecção sénior masculina iniciou, na noite de ontem, com os trabalhos de preparação, que para além da participação nos Jogos da Lusofonia, visam a participação do combinado de todos nós no Afrobasquete da Líbia, que terá lugar entre os dias 4 e 15 de Agosto próximo. O seleccionador nacional, Carlos “Bitcho” Niquice (que será coadjuvado por Francisco da Conceição e Carlos Ferro), convocou 17 jogadores, com destaque para a chamada de Fernando Mandlate (base do Maxaquene que havia sido excluído da fase de qualificação) e de Cesário Chipepo, Amarildo Matos e Mauro Matai, que actuam nos Estados Unidos da América. Niquice pretende realizar um total de 54 unidades de treinos de preparação, sendo 33 localmente e 21 num estágio que terá lugar no Brasil ou em Portugal, caso a equipa de todos nós participe nos Jogos da Lusofonia.      

Isabel Abreu sem rancor de Salvado

Isabel Abreu sem rancor de Salvado

Promete não desistir da sua carreira de arbitragem.

Ler mais...

Selecção feminina afinada para etapa de apuramento

Qualificação para Mundial de Voleibol do Japão

Ler mais...
Quatro “estrangeiros” já estão integrados nos Mambas

Quatro “estrangeiros” já estão integrados nos Mambas

Trata-se de Tico-Tico, da RAS, Zé Luís e Kampango, do Egipto e Aguiar, de Portugal, este último chamado pela primeira vez aos Mambas  

Ler mais...
Moral dos jogadores está elevada

Moral dos jogadores está elevada

A sessão de terça-feira contou com a integração do ca­pitão

Ler mais...
Maxaquene elege novo presidente no sábado

Maxaquene elege novo presidente no sábado

Será a terceira etapa da Assembleia-Geral Ordinária iniciada há um mês.

Ler mais...

Liga vence Ferroviário de Nampula com recurso à “sadombamania”

 A Liga Muçulmana demons­trou pretender resolver quanto cedo a contenda, entrando com tudo e aos 10 minu­tos de jogo abriu as hostilidades. Jo­aquim ajeitou a bola com a mão em plena área e o árbitro gazense, José Maria Rachide, não teve dúvidas em assinalar o respectivo castigo máxi­mo, convertido por Sadomba. Inicia­va assim a “sadombamania”, já que o zimbabweano voltaria a marcar novamente, cinco minutos depois, mostrando mais uma vez que “veio a Moçambique para mostrar aos nos­sos avançados a arte de marcar go­los”. O Ferroviário de Nampula não vergou, não se deu por vencido, mas o máximo que conseguiu foi redu­zir a desvantagem, a 10 minutos do intervalo, num golo de Zuma, não o presidente sul-africano, que após um centro largo na direita, apareceu a finalizar, quando o gigante Mari­to o esqueceu nas suas costas. Era o dois a um, resultado com que as duas equipas foram para o descanso.  Na segunda metade da partida, foi inquestionável o domínio dos “locomotivas” de Nampula, que jo­garam sobre o último reduto dos “muçulmanos” que se viram amar­rados numa teia sem saídas. Mas, como para vencer são necessários golos, e mais do que o tento de hon­ra o Ferroviário de Nampula nada mais conseguiu, perdeu, quando no mínimo poderia ter saído da Matola com um empate

Desportivo “neutralizado” pela “orgonite” do HCB

Desportivo “neutralizado” pela “orgonite” do HCB

Numa tarde amena para a prática do futebol, milha­res de adeptos do HCB viajaram de Songo para testemu­nharem “in loco” a partida entre a sua equipa e o Desportivo de Ma­puto.   Foram os donos da casa a bene­ficiar da primeira oportunidade de golo quando, aos 15 minutos, Amilcar apareceu na pequena área a tocar na bola, mas esta acabou embatendo no travessão da baliza de Marcelino.   A resposta “alvi-negra” surgiu aos 19 minutos, com Josué a cobrar um livre com intenção, com Binó a saltar, mas a não chegar à bola.   Aos 42 minutos, Josué voltou a estar em evidência ao cobrar um livre, que foi devolvido pelo traves­são de Chico e, na recarga, Sonito não conseguiu dar seguimento.   Próximo do fim da primeira par­te, reclamou-se penalty a favor do HCB após um desvio com o braço de Zainadine Jr., mas Abdul Gani mandou seguir o jogo.   Na segunda parte, o equilíbrio continuou a ser a nota dominante, com ataques a sucederem-se em ambas as balizas, mas sem obrigar a grandes intervenções por parte dos dois guarda-redes.   Aos 58 minutos, o capitão Elá­dio ganhou espaço do lado direito do seu ataque e tirou um remate rasteiro, mas Marcelino teve que se aplicar, desviando a bola para canto.   Quando estavam decorridos 87 minutos, Nélson recebeu a bola na zona frontal, e desferiu um remate que foi desviado por Chico para can­to.   Com o nulo a prevalecer, Abdul Gani, que fez uma arbitragem sem mácula, deu por terminada a partida que penaliza a inoperância do ata­que das duas equipas, que pareciam neutralizados pela famosíssima “or­gonite” da barragem do Songo

  Costa do Sol e Ferroviário de Maputo juntos novamente no topo

Costa do Sol e Ferroviário de Maputo juntos novamente no topo

Campeão em título e então líder da prova foi travado no Chiveve

Ler mais...
Ferroviário de Maputo defronta seu homónimo da Beira

Ferroviário de Maputo defronta seu homónimo da Beira

Em partida mais importante da décima jornada da prova.

Ler mais...
Arnaldo Salvado está suspenso por três meses

Arnaldo Salvado está suspenso por três meses

O Treinador Principal do Clube Atlético Muçulmano, Arnaldo Salvado,  foi punido com  uma pena de três meses de suspensão

Ler mais...
Ferroviário de Maputo e Maxaquene “acertam” contas

Ferroviário de Maputo e Maxaquene “acertam” contas

Campeonato da Cidade de Maputo em Basquetebol sénior masculino  

Ler mais...
Manchester está a um ponto de ser de novo campeão

Manchester está a um ponto de ser de novo campeão

O Manchester United está a um ponto apenas de revalidar o título de campeão inglês de futebol,

Ler mais...

Nuggets na final do Oeste... 24 anos depois

Os Denver Nuggets qualificaram-se, 24 anos depois, para a final da conferência Oeste dos “play-offs” da Liga norte-americana de basquetebol profissional (NBA), ao receberem e baterem quarta-feira os Dallas Mavericks por 124-110, no quinto jogo das meias-finais. Depois de quase terem “varrido” os “Mavs”, que se salvaram por pouco no jogo 4, os Nuggets, de regresso a casa, não deram hipóteses aos texanos e fizeram o 4-1, apoiados na dupla constituída por Chauncey Billups e Carmelo Anthony e numa primeira parte de grande nível (69-55). Billups terminou o encontro com 28 pontos (10 “tiros” de campo convertidos em 16 tentados e cinco em cinco nos lances livres), 12 assistências e sete ressaltos, enquanto Anthony somou 30 pontos (13 em 22 nos lançamentos de campo). “São uma equipa com calibre para vencer o campeonato. Têm uma boa oportunidade para o conseguir”, reconheceu, no final, o treinador dos Mavericks, Rick Carlisle, elogiando, sobretudo, a dupla Billups-Anthony. O brasileiro Nene Hilário, com 17 pontos e sete ressaltos, e o suplente JR Smith, com 18 pontos, seis assistências e cinco ressaltos, também estiveram em bom plano nos Nuggets, que revelaram grande acerto nos “tiros” de campo, com 58,5 por cento (48 em 82). “Às vezes, quando somos forçados a unir-nos e a lutar juntos, com perseverança, as nossas melhores qualidades acabam por emergir”, afirmou, feliz, o treinador dos Denver Nuggets, George Karl, lembrando um início de época difícil, com as partidas de Marcus Camby e Eduardo Najera. Sem estes dois grandes defensores, o início de época foi complicado para o conjunto de Denver, mas tudo mudou com a troca, com os Detroit Pistons, de Allen Iverson por Chauncey Billups, que se adaptou da melhor forma à equipa. “Isto ainda não acabou, continuamos na estrada. Temos mudado para objectivos cada vez mais altos e, felizmente, temos sido bem sucedidos”, afirmou Billups, que se converteu no grande líder do conjunto do Colorado. Com o triunfo de quarta-feira, os Denver Nuggets passaram a contar oito triunfos e duas derrotas nos “play-offs” (4-1 aos New Orleans Hornets na primeira ronda), isto depois de terem igualado o seu melhor registo de sempre na época regular, ao conseguirem 54 vitórias (em 82 jogos). “É especial. Trabalhámos muito antes de começar a época para chegarmos aqui. Passámos por muitas dificuldades, mas soubemos sempre ultrapassá-las. Estamos a ser recompensados”, disse Carmelo Anthony, agora a aguardar pelo desfecho do embate entre Los Angeles Lakers e Houston Rockets, que os californianos lideram por 3-2. No conjunto de Dallas, que terminou a época, o alemão Dirk Nowitzki, que tinha salvo a sua equipa no jogo 4, foi, uma vez mais, a grande figura, ao conseguir 32 pontos, 10 ressaltos e sete assistências, terminando a eliminatória com a impressionante média de 34,4 pontos por jogo. Jason Kidd, com 19 pontos e nove assistências, e o suplente Brandon Bass, com 17 pontos e sete ressaltos, foram os outros jogadores em destaque nos forasteiros.

LMF encaixa mais 50 mil dólares para o Moçambola-2009

LMF encaixa mais 50 mil dólares para o Moçambola-2009

Kudumba investment é o novo parceiro do campeonato nacional de futebol

Ler mais...
Lula da Silva troca

Lula da Silva troca "cabeçadas" com Ronaldo

O presidente do Brasil, Lula da Silva, adepto da equipa do Corinthians,

Ler mais...
Dirigentes da FMF preparam estágios dos Mambas

Dirigentes da FMF preparam estágios dos Mambas

A informação foi dada a conhecer pelo vice-presidente da FMF.

Ler mais...
Salvado incorre em suspensão

Salvado incorre em suspensão

Não é a primeira vez que Salvado faz ataques directos contra a arbitragem

Ler mais...
Página 305 de 312

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -20-07-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 


 

EQUIPAANO
Ferroviário da Beira 2014
Ferroviário da Beira2013
Liga Muçulmana2012
Ferroviário De Maputo 2011
Maxaquene2010
Ferroviário De Maputo2009
Atlético Muçulmano2008
Costa Do Sol 2007
Desportivo De Maputo2006
Ferroviário Da Beira2005
Ferroviário De Maputo2004
Ferroviário De Nampula2003
Costa do Sol2002
Maxaquene2001
Costa do Sol2000
Edição Impressa401