O País Online - A verdade como notícia

Sábado
19 de Agosto
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Desporto

Desporto

 Manchester United empata com FC Porto

Manchester United empata com FC Porto

O FC Porto, de qualidade superior, ficou nesta terça-feira muito mais perto de atingir as meias-finais da Liga dos Campeões em futebol, ao empatar 2-2 em Old Trafford frente ao Manchester United, campeão da Europa e do Mundo. Na primeira “mão” dos quartos-de-final, o tricampeão português demonstrou ambição e, sobretudo, grande personalidade, e garantiu importante vantagem para o jogo decisivo, a 15 de Abril, no Estádio do Dragão. A formação de Jesualdo Ferreira, que tinha saído goleada das duas últimas deslocações a Inglaterra (4-1 em Liverpool e 4-0 frente ao Arsenal), aproveitou a montra da Europa para realizar um jogo de enorme categoria e até poderia ter saído de Old Trafford com um resultado mais favorável, não fosse alguma infelicidade. Cristian Rodriguez abriu o marcador, logo aos quatro minutos, numa altura em que o FC Porto dominava por completo, e apenas um erro de “outro mundo” de Bruno Alves permitiu a igualdade a Rooney, aos 15. Muito melhor na primeira parte, o FC Porto perdeu algum fulgor no segundo tempo e Tevez, aos 85 minutos, ia tornando injusto o resultado, não fosse Mariano Gonzalez, selar o empate, aos 89. Com Fernando a realizar uma exibição extraordinária, os “azuis-e-brancos” encaram agora a segunda “mão” com a certeza da qualidade patenteada e por pouco não impuseram ao Manchester United nova derrota em casa, ao fim de 20 jogos. A formação de Manchester, que não perde na Liga dos Campeões há 22 jogos, esteve pouco consentânea com os pergaminhos do clube e volta a permitir empate ao FC Porto, depois de o ter feito a 09 de Março de 2004, ano que consagrou a formação portista como campeã da Europa (nas duas outras deslocações, os “dragões” tinham perdido 4-0 e 5-2). Como esperado, Jesualdo Ferreira manteve a mesma estratégia em 4x3x3 e o “onze” habitual, com Helton, na baliza, uma defesa com Sapunaru, Rolando, Bruno Alves, Cissokho, deixando Fernando, Raul Meireles e Lucho Gonzalez, no meio-campo, logo atrás de Lisandro Lopez, Cristian Rodriguez e Hulk. Alex Ferguson, por outro lado, foi obrigado a várias alterações, já que Berbatov e Rio Ferdinand estavam indisponíveis: assim, o treinador escocês apostou em John O’Shea, Jonny Evans, Nemanja Vidic e Patrice Evra, na defesa e à frente do guarda-redes Edwin van der Sar. O meio-campo apareceu reforçado com Michael Carrick, Darren Fletcher e Paul Scholes, ficando Ji-Sung Park e Cristiano Ronaldo no apoio ao avançado Wayne Rooney. Os “azuis-e-brancos” surgiram no jogo sem qualquer receio e forte apetência atacante e, aos três minutos, Lisandro Lopez deu o primeiro sinal da ambição portista: recuperou uma bola na zona intermédia do meio-campo e estoirou para defesa apertada de Van der Sar, para canto. O FC Porto aproveitou este lance para crescer ainda mais e, aos quatro minutos e depois de Cristiano Ronaldo, primeiro, e Evans, depois, terem facilitado, Cristian Rodriguez teve calma suficiente para driblar na área e procurar espaço para desviar a bola do gigante guarda-redes holandês. Em vantagem no marcador desde cedo, o FC Porto voltou a ameaçar, por Lisandro (sete minutos), mas foi Cristiano Ronaldo a estar perto da igualdade, aos 14, num cabeceamento forte e superiormente defendido por Helton. No minuto seguinte, Bruno Alves falhou de forma incrível e com um atraso infeliz sem qualquer razão aparente, até porque estava sozinho, serviu Rooney, que não teve qualquer dificuldade em marcar, após perceber Helton em queda. Apesar de ter oferecido a igualdade, o FC Porto não quebrou, conseguindo, antes pelo contrário, ainda maior poderio e mais ocasiões de golo: aos 18, 28 e 30 minutos, dois cabeceamentos de Rodriguez e um remate de Hulk estiveram perto de voltar a calar o “Teatro dos Sonhos”, apático perante a “ausência” do Manchester. Na segunda parte, o Manchester apareceu com outras intenções e Rooney, aos 59 minutos, e Vidic, aos 60, este com um cabeceamento forte, obrigaram Helton a duas boas intervenções. Já com Giggs no lugar de Ji-Sung Park, o FC Porto voltou a demonstrar as razões pela presença nos quartos-de-final e obrigou Van der Sar a boas estiradas, na sequência de um remate de Lisandro e um “estoiro” de Cissokho, a quase 40 metros da baliza. De uma só vez, Alex Ferguson retirou Paul Scholes e Evans e chamou Tevez e Gary Neville, ganhando mais poder atacante, mas também menos experiência no meio-campo e, aos 74 minutos, Tevez parece ter tocado Hulk dentro da área, mas tanto árbitro como árbitro auxiliar, bem posicionados, nada decidiram assinalar. Pouco depois, e depois de um lançamento lateral de Gary Neville, Rooney tocou de calcanhar para Tevez, sem que Bruno Alves conseguisse afastar e o avançado argentino, que tinha entrado há pouco tempo, antecipou-se a Rolando e apontou o segundo dos locais. Quatro minutos depois, aos 89, Mariano Gonzalez, que também tinha saído do banco, fez a igualdade, mais do que merecida, perante aquilo que o FC Porto produziu.

Galliani garante que Kaká não está à venda

O administrador delegado do AC Milan, Adriano Galliani, garantiu esta terça-feira que o futebolista brasileiro Kaká não está à venda, negando as notícias publicadas em Espanha que o davam como reforço do Real Madrid.Alguns jornais espanhóis noticiaram que o médio brasileiro, melhor jogador do Mundo em 2007, seria uma das promessas eleitorais de Florentino Perez, ex-presidente do Real Madrid que poderá voltar a entrar na corrida pelo cargo."Pérez ainda não foi eleito presidente do Real Madrid e não pode fazer acordos, com ninguém. Não obstante, estou seguro que se um dia Florentino desejar contratar o Kaká vinha falar directamente comigo. Kaká não está à venda e Florentino vai convencer-se disso", referiu Galliani.Em declarações ao jornal desportivo italiano La Gazzetta dello Sport, Galliani recordou as boas relações entre os dois clubes e que "vão além do futebol".

Matchedje de Maputo recebe equipamento desportivo

A oferta é proveniente da Embaixada Dos EUA.

Ler mais...

Desportivo conquista taça Fernando Duarte

Ao empatar com o Ferroviário de Maputo por quatro bolas.

Ler mais...

Académica “M” é campeã da cidade

A equipa sénior masculina da Académica “M” conquistou, no último sábado, o torneio de abertura da cidade de Maputo em voleibol, ao derrotar a turma de Maputo Jet’s/FPLM, por três a dois, com parciais de 18/25, 22/25, 25/22, 25/22 e 14/16, respectivamente, no jogo da final da competição.A  formação da Académica terminou o torneio de abertura com um total de quatro pontos, enquanto a equipa de Maputo Jet’s/FPLM quedou-se no segundo lugar, com três pontos. A terceira posição foi ocupada pelo Costa do Sol, com apenas um ponto. Finalmente, o Hotso foi o lanterna vermelha na tabela classificativa também um ponto. Em seniores femininos, a Graal sagrou-se campeã da cidade após derrotar, na final, a Faculdade de Educação Física e Desportos, por três a um, com parciais de 23/25, 25/11, 25/21, 25/7. A Graal terminou a prova feminina com seis pontos, mais um que a Faculdade de Educação Física e Desportos, e mais dois que o Hotso. Maputo Jet’s/FPLM terminou em último, com três pontos. Em juniores, a turma de Maputo Jet’s/FPLM arrecadou os prémios, tanto em masculinos, como em femininos, ao terminar as respectivas provas com igual número de pontos, quatro, enquanto o Hotso e a Académica quedaram-se nas posições seguintes, respectivamente com três  e dois pontos, em ambas as séries. O mesmo aconteceu com a Académica que, em juvenis, conquistou os prémios de masculinos e femininos.  

Comemora-se, hoje, dia mundial de educação física

Comemora-se, hoje, dia mundial de educação física

"A prática de exercícios físicos traduz-se em vários benefícios".

Ler mais...
Porto mantém distâncias para Sporting e Benfica

Porto mantém distâncias para Sporting e Benfica

A 23ª jornada da Liga portuguesa de futebol deixou tudo na mesma na frente da classificação, com o FC Porto a manter a liderança e a diferença de quatro pontos para o Sporting e de cinco para o Benfica. Depois da vitória de sábado do FC Porto em Guimarães (3-1), Sporting e Benfica tinham de vencer para não verem aumentar a distância para os tricampeões nacionais e cumpriram o objectivo, os "leões" em Matosinhos e os "encarnados" na visita à Reboleira. Diante do Leixões, que perdeu uma posição na tabela classificativa, que chegou a liderar, os "leões", ainda na ressaca da polémica final da Taça da Liga, vingaram a derrota sofrida na primeira volta, em Alvalade, com Derlei a selar o triunfo aos 13 minutos. O Benfica saíu do reduto do Estrela da Amadora - os "tricolores" não treinaram durante a semana devido a ordenados em atraso - com uma vitória por 2-1, num encontro em que os três golos foram obtidos na transformação de grandes penalidades que suscitaram muitas dúvidas. O paraguaio Cardozo converteu os dois castigos máximos, o primeiro aos 05 minutos e o segundo aos 16, enquanto Silvestre Varela apontou a grande penalidade que o Estrela da Amadora benficiou aos 29. Na luta pela Europa, o Sporting de Braga venceu no Bonfim (3-0, golos de Orlando Sá, César Peixoto e Rodriguez) e manteve o quarto lugar, a três pontos do Benfica e com mais quatro do que o Nacional, que tem menos um jogo, a cumprir segunda-feira, no terreno do Rio Ave, último classificado. Outro candidato a inscrever o nome nas competições europeias, o Marítimo, não foi além de um empate 1-1 na recepção ao Trofense, com Bruno a colocar em vantagem os madeirenses aos 28, também na transformação de uma grande penalidade, e Reguila a igualar aos 40 e a dar à equipa de Tulipa mais um precioso ponto para a luta pela manutenção. A jornada iniciou-se na sexta-feira com a Académica a vencer o Belenenses em Coimbra, por 1-0, com Nuno Piloto (74) a marcar o único tento da Briosa, que deu um passo importante na luta pela manutenção. A ronda 23 completa-se segunda-feira com o Rio Ave-Nacional. Programa da 23ª jornada: - Sexta-feira, 03 de Abril: Académica - Belenenses, 1-0 - Sábado, 04 de Abril: Vitória de Guimarães - FC Porto, 1-3 - Domingo, 05 de Abril: Marítimo - Trofense, 1-1. Vitória de Setúbal - Sporting de Braga, 0-3. Naval 1º de Maio - Paços de Ferreira, 0-0. Leixões - Sporting, 0-1. Estrela da Amadora - Benfica, 1-2. - Segunda-feira, 06 de Abril: Rio Ave - Nacional, 19:45

Manchester recebe Porto em jogo dos

Manchester recebe Porto em jogo dos "quartos"

A Liga dos Campeões de futebol regressa terça e quarta-feira

Ler mais...

Costa do Sol no segundo lugar

O Costa do Sol venceu, sábado, o Atlético Muçulmano

Ler mais...
Moçambique vence RAS e está no “Afrobasket”

Moçambique vence RAS e está no “Afrobasket”

“Tudo vale a pena quando a alma não é pequena”, disse Fernando Pessoa. E essa expressão encaixa-se, de resto,  à selecção nacional de basquetebol

Ler mais...
Maxaquene vence Desportivo

Maxaquene vence Desportivo

O Maxaquene venceu este domingo o Desportivo por uma bola sem resposta,

Ler mais...

"The Guardian" coloca Ronaldo no Real Madrid

Cristiano Ronaldo, poderá assinar pelo Real Madrid no próximo Verão 

Ler mais...
Porto recebe o troféu de campeão 2007/08

Porto recebe o troféu de campeão 2007/08

O FC Porto vai receber o troféu referente à conquista do título de campeão nacional da época 2007/08 no sábado, no Estádio do Dragão, disse hoje à Agência Lusa fonte da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP). A entrega do troféu e a imposição das faixas aos campeões nacionais decorrerá antes do início do jogo com o Estrela da Amadora, referente à 24ª jornada, na presença da direcção da LPFP, presidida por Hermínio Loureiro. A entrega do troféu de campeão aos "dragões" esteve envolta em polémica, com o FC Porto a estranhar a demora em receber o troféu, o que levou à exposição da situação, ainda em Dezembro de 2008, a Hermínio Loureiro.Mais recentemente, o FC Porto expôs a situação ao Ministro da Presidência, Pedro Silva Pereira.

Maxaquene e Desportivo  travam duelo de vizinho

Maxaquene e Desportivo travam duelo de vizinho

O Moçambola 2009 regressa já este sábado

Ler mais...

Itália único "grande" travado

A Itália foi um dos poucos "gigantes" europeus a tropeçar na ronda

Ler mais...

Moçambique soma e segue

Moçambique começou da melhor forma a sua participação.

Ler mais...
Moçambique estreia-se amanhã diante do Zimbabawe

Moçambique estreia-se amanhã diante do Zimbabawe

Moçambique está confiante num bom desempenho

Ler mais...
Machava viveu “febre” do futebol

Machava viveu “febre” do futebol

Mais de 40 mil pessoas afluíram na tarde de domingo ao Estádio da Machava,

Ler mais...
 Beckham é o futebolista mais bem pago do Mundo

Beckham é o futebolista mais bem pago do Mundo

O inglês David Beckham, jogador dos italianos do AC Milan, é o futebolista que mais dinheiro recebe anualmente, segundo uma lista sobre os "salários das estrelas", a ser publicada terça-feira pela revista francesa France Football. Pelo segundo ano consecutivo, e pela quarta vez desde 1999, o internacional inglês é o jogador mais bem pago do Mundo, recebendo cerca de 32,4 milhões de euros, entre salários e prémios. O argentino Lionel Messi, jogador do Barcelona, que recebe perto de 29 milhões de euros, e o brasileiro Ronaldinho, companheiro de Beckham no AC Milan, ocupam os segundo e terceiro lugares, respectivamente. O português Cristiano Ronaldo aparece na quarta posição, com 18,3 milhões anuais, seguido do francês Thierry Henry, com 17 milhões. Quanto à lista dos treinadores que mais recebem, o português José Mourinho, técnico do Inter de Milão, com 11 milhões, é segundo classificado, atrás do ex-treinador da selecção portuguesa de futebol Luiz Felipe Scolari. O brasileiro ascendeu ao primeiro lugar do "ranking", após ter sido despedido do Chelsea, em Fevereiro, tendo o clube inglês pago 12,5 milhões euros em indemnizações. Lista dos 10 jogadores mais bem pagos (em euros):  1. David Beckham (AC Milan): 32,4 milhões  2. Lionel Messi (FC Barcelona): 28,6 milhões  3. Ronaldinho (AC Milan): 19,6 milhões  4. Cristiano Ronaldo (Manchester United): 18,3 milhões  5. Thierry Henry (FC Barcelona): 17 milhões  6. Kaká (AC Milan): 15,1 milhões  7. Zlatan Ibrahimovic (Inter de Milão): 14 milhões  8. Wayne Rooney (Manchester United): 13,5 milhões  9. Frank Lampard (Chelsea): 13 milhões 10. John Terry (Chelsea): 11,7 milhões

Portugal vs África do Sul

As selecções de futebol de Portugal e África do Sul defrontam-se terça-feira em Lausana, Suíça, num particular com espíritos e objectivos opostos, mas ambos determinados a vencer para reforçar as suas convicções. A equipa de Carlos Queiroz empatou sábado 0-0 com a Suécia no Porto e perdeu ainda mais gás na corrida a um lugar no Mundial2010: em 15 pontos possíveis conquistou apenas seis e está a quatro das líderes Dinamarca (tem menos um jogo) e Hungria. Dominar, criar oportunidades e desperdiçá-las tem sido a sina de Portugal no Grupo 1, pelo que agora a equipa quer provar que está, de facto, a revelar “progressos definitivos e claros”, aspectos que, segundo o seleccionador, “são evidentes para todos”. Sempre com o Mundial2010 em mente, Carlos Queiroz quer semear para o futuro e, por isso, deseja aumentar o núcleo de jogadores com “estofo internacional”, o que só pode acontecer se der minutos de jogo aos menos utilizados na selecção. O dilema do técnico está entre o solidificar um “onze” que tem sido muito mutável – já foram utilizados 25 futebolistas nos cinco jogos de apuramento – e o de dar maior “experiência e maturidade” aqueles que têm pouco tempo de “alta competição” no conjunto das Quinas. A avaliar pelas palavras da conferência de imprensa – que nem sempre traduzem opções óbvias, como se viu no lançamento do Portugal-Suécia – Queiroz deve manter boa parte do “onze” do Dragão e lançar dois ou três futebolistas. Bosingwa lesionou-se contra a Suécia e foi dispensado, enquanto Pepe e Ricardo Carvalho saíram tocados e hoje treinaram à parte. Do lado da África do Sul (72ª do ranking FIFA), vencer Portugal (10º) constitui uma motivação adicional para a Taça das Confederações, principalmente depois de vencer a Noruega (45ª) por 2-1 no fim-de-semana. Na prova da FIFA, que decorre em Junho, os “bafana bafana” vão estar acompanhados do Brasil, Espanha, Itália, Egipto, Iraque, Nova Zelândia e Estados Unidos. O seleccionador Joel Santana elogiou a “qualidade técnica” dos lusos, considerando-os o “teste ideal” para a sua equipa, na qual quer incutir espírito vencedor: já formulou o objectivo de atingir as meias-finais, no mínimo, da prova que serve de aperitivo para o Campeonato do Mundo que a África do Sul também organiza em 2010. Até à hora de almoço tinham sido vendidos cerca de 11.000 bilhetes, pelo que ainda há uns 5.000 disponíveis, que podem ser adquiridos no Estádio, que abre as portas às 14:00. O suíço Massimo Busacca vai arbitrar o desafio e será auxiliado por Manuel Navarro e Beat Hidber, enquanto Bruno Grossen será o quarto árbitro na partida que se disputa às 20:45 (19:45 em Portugal) no Estádio Olímpico La Pontaise. Equipas prováveis: - Portugal: Eduardo, Nelson, Ricardo Carvalho, Bruno Alves, Duda, Raul Meireles, João Moutinho, Deco, Cristiano Ronaldo, Simão e Hugo Almeida. - África do Sul: Khune, Gaxa, Booth, Mokoena, Masilela, Sibaya, Davids, Pienaar, Modise, Khenyeza e Parker.

FIFA pede relatório sobre tragédia em estádio de Abidjan

FIFA pede relatório sobre tragédia em estádio de Abidjan

A Federação Internacional de Futebol (FIFA) pediu um relatório completo sobre os acontecimentos que estão na origem da tragédia verificada domingo num estádio da Costa do Marfim.

Ler mais...
Página 315 de 316

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -18-08-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 


 

EQUIPAANO
Ferroviário da Beira 2014
Ferroviário da Beira2013
Liga Muçulmana2012
Ferroviário De Maputo 2011
Maxaquene2010
Ferroviário De Maputo2009
Atlético Muçulmano2008
Costa Do Sol 2007
Desportivo De Maputo2006
Ferroviário Da Beira2005
Ferroviário De Maputo2004
Ferroviário De Nampula2003
Costa do Sol2002
Maxaquene2001
Costa do Sol2000
Edição Impressa411