O País Online - A verdade como notícia

Sexta-feira
24 de Março
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Desporto Desporto Campeão parte à procura da glória em Monróvia

Campeão parte à procura da glória em Monróvia

Segunda mão da eliminatória da Liga dos Campeões Africanos

Depois de vencer o Barrack Young Controllers da Libéria, por duas bolas sem resposta, no passado domingo, em partida da primeira mão da última eliminatória de acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões Africanos, o Ferroviário da Beira, campeão nacional, parte esta noite para Monróvia, capital da Libéria, para o jogo da segunda mão, próximo domingo. É à procura da glória, por parte da turma moçambicana, que quer fazer história nesta competição, entrando para a fase de grupos depois de mais uma década sem que nenhuma equipa moçambicana participe nessa fase ao nível de clubes.

O Ferroviário da Beira vai na sua máxima força, com convicções seguras de sair de Monróvia com um resultado que lhes possibilite passar à fase de grupos. E basta apenas um empate com ou sem golos, ou que perca, mas sem que seja por mais de três golos.

Entretanto, Aleixo Fumo, técnico principal dos “locomotivas” do Chiveve, está optimista quanto à obtenção de um bom resultado na capital liberiana. “Já afirmámos e reafirmamos que o nosso objectivo é a Liga dos Campeões. Não há nada que mude isso. Vamos lutar até as últimas consequências, para conseguir passar esta eliminatória”, garante o técnico dos campeões nacionais.

Ainda assim, Aleixo Fumo está cientes das dificuldades que vai encontrar, mas diz haver determinação dos jogadores. “Sentimos que nos espera uma tarefa muito árdua. Sabemos que teremos muitas dificuldades lá, mas a determinação está aí. Dissemos isso desde o início que queremos entrar na fase de grupos e tudo faremos para conseguir esse objectivo”, disse Fumo, que fala do que viu do adversário no jogo da primeira mão: “o adversário mostrou que dentro do seu meio pode nos criar muitos problemas, porque tem, sobretudo do, meio para frente, jogadores muito bons e estamos cientes que podemos encontrar outro tipo de dificuldades, que são habituais neste nosso continente, mas apesar dessas circunstâncias e situações todas, a nossa determinação e sair com um bom resultado.”

A equipa continua com alguns problemas, de jogadores que não poderão dar o seu contributo, tal como aconteceu no jogo da primeira mão, casos de Nelito, que ainda se debate com problemas de saúde, mas Aleixo Fumo garante que Hamarachi foi recuperado para o jogo de domingo, sendo que de todos os restantes, estão aptos para defrontarem o Barrack Young da Libéria.

Jogadores também optimistas

O optimismo trazido pelo técnico Aleixo Fumo, também é partilhado pelos jogadores “locomotivas”, nomeadamente Babo e Gervásio, que esperam alcançar um bom resultado que possibilite a equipa da Beira fazer um feito inédito na história do clube.

Gervásio diz que o Ferroviário que entrará em campo no domingo “é o de sempre”, com uma equipa “aguerrida e que quer conquistar alguma coisa para poder fazer história em Moçambique”. Este jogador “locomotiva” garante que será “lutador e a querer mais” para o jogo de domingo, não estão intimidados com a reacção da equipa liberiana no final do jogo de domingo passado. “Eles têm uma boa equipa. E na oportunidade que tivemos de jogar com eles, conseguimos tirar algumas ilações. Vimos que são fortes em alguns aspectos em termos de transição rápida e que usam mais o corpo físico, mas teremos que ter cuidado e passar por cima”, garante Gervásio.

Já Babo, diz que as expectativas são boas, apesar de saber que a equipa liberiana vai jogar em casa, mas “vamos encarar o jogo como normal, tal como foi aqui na Beira e acredito que vamos sair de lá vitorioso”, vaticina Babo. E acrescenta: “há condições para o Ferroviário da Beira passar, porque o grupo está motivado e com o trabalho que estamos a fazer, acredito que vamos passar”.

Recorde-se que no jogo da primeira mão, os “locomotivas” do Chiveve venceram por duas bolas sem resposta, com dois golos do capitão Maninho, que foi considerado o melhor jogador em campo. O jogo da segunda mão disputa-se no domingo, na capital da Libéria, Monróvia, mais concretamente no Antonitte Tubman Studium. A arbitragem será toda ela da Líbia e vai ser comandada por Ragab Omar Mohamed, auxiliado por  Amsaad Attia  e Al Jahawe Wahed.

Daviz Simango encoraja os campeões nacionais

A última sessão de treinos da equipa “locomotiva” em solo pátrio, no campo do Ferroviário da Manga, contou com a presença do presidente do Conselho Municipal da Beira, Daviz Simango, que foi encorajar a equipa para o jogo da segunda mão da última eliminatória de acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões Africanos. “Queremos encorajar a equipa do Ferroviário e a nossa presença hoje (ontem) é mais para nos solidarizamos com eles e darmos-lhes mais forças. A equipa parte amanhã (hoje) para Libéria e esperamos que traga um bom resultado, porque queremos estar na fase de grupos, para engrandecer a nossa equipa e o nosso país”, começou por dizer Daviz Simango, que considera ser uma “oportunidade grande que o Ferroviário traz e que pode criar condições para que o nosso país, também no ranking da FIFA possa subir, o que vai ser muito bom”.

Daviz Simango mostra-se confiante que é possível obter um bom resultado e afirma que “estou convencido que estamos lá”, embora reconheça que no futebol há impossíveis que acontecem, mas diz existir “não possível”. E diz que “tudo pode acontecer, porque a bola redonda”, mas a vantagem de duas bolas sem resposta abre boas perspectivas. O edil da Beira diz que os golos não marcados na Beira devem ser marcados em Monróvia.

 


 

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -24-03-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 


 

EQUIPAANO
Ferroviário da Beira 2014
Ferroviário da Beira2013
Liga Muçulmana2012
Ferroviário De Maputo 2011
Maxaquene2010
Ferroviário De Maputo2009
Atlético Muçulmano2008
Costa Do Sol 2007
Desportivo De Maputo2006
Ferroviário Da Beira2005
Ferroviário De Maputo2004
Ferroviário De Nampula2003
Costa do Sol2002
Maxaquene2001
Costa do Sol2000
Edição Impressa 390