O País Online - A verdade como notícia

Segunda-feira
29 de Maio
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Desporto Desporto Presidente do COI deixa Moçambique com promessa de apoio a projectos no centro Olympafrica em Boane

Presidente do COI deixa Moçambique com promessa de apoio a projectos no centro Olympafrica em Boane

Thomas Bach terminou, ontem, a visita de um dia a Moçambique

 

O presidente do Comité Olímpico Internacional, Thomas Bach, terminou, ontem, a visita de um dia a Moçambique. Durante a sua estadia, visitou o Centro de Saúde de Mabanja e o Centro Olympafrica no distrito de Boane. Lá foi informado de um novo projecto que o Comité Olímpico de Moçambique pretende desenvolver para a melhoria de treinamento das crianças.

Antes da sua partida, o dirigente comprometeu-se a apoiar materialmente o país na expansão do Centro Olympafrica. “Para o centro de Boane, estamos a par de um novo projecto que se pretende implementar e que visa a criação de um centro de treinamento. Estamos felizes que o Município de Boane tenha atribuído mais cinco hectares para expansão do centro, de modo a providenciar novas facilidades de treinos para as crianças. Nós vamos apoiar o projecto. Iremos apoiar o centro através de meios para melhorar a educação das crianças. Isso vai significar o estreitamento das relações entre nós”, garantiu

O Comité Olímpico de Moçambique não deu detalhes sobre o novo projecto, tendo remetido a imprensa para mais esclarecimentos hoje. Entretanto, fez um balanço positivo da visita, uma vez que foram dadas muitas garantias de apoios. “Ele ficou feliz pela recepção que teve no povoado de Mabanja, onde existe o projecto Olympafrica que assiste dois milhares e meio de crianças. Lá o presidente do COI visitou a escola e o centro de saúde que foram construídos com apoio do organismo. Já no centro de saúde ele foi informado das dificuldades existentes e ele comprometeu-se a disponibilizar equipamento de frio para a conservação de medicamentos, fogões, máquinas de lavar, bem como algum material de suporte para a ambulância que também foi doada pelo COI. “Verificámos que a viatura não tem equipamento para assistir os pacientes e ficamos em trabalhar junto dos gestores do centro de saúde no sentido de melhorar as condições lá existentes”, disse Penalva César. Além de Moçambique, o presidente do Comité Olímpico Internacional está a visitar vários países africanos.

Recorde-se que o Comité Olímpico Internacional (COI) é uma organização não-governamental, com sede na Suíça, que actua na organização e realização dos Jogos Olímpicos. Este organismo foi criado por Pierre de Coubertin em 23 de Junho de 1894 e tem como principais objectivos e funções do COI: criar leis sobre os Jogos Olímpicos; Administrar, organizar e realizar as olimpíadas; Seleccionar os países que servirão de sede, assim como acompanhar e orientar na organização realizada pelos países, entre outras. Administrar os direitos autorais de símbolos, marcas e imagens relacionadas aos Jogos Olímpicos.

 

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -25-05-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 


 

EQUIPAANO
Ferroviário da Beira 2014
Ferroviário da Beira2013
Liga Muçulmana2012
Ferroviário De Maputo 2011
Maxaquene2010
Ferroviário De Maputo2009
Atlético Muçulmano2008
Costa Do Sol 2007
Desportivo De Maputo2006
Ferroviário Da Beira2005
Ferroviário De Maputo2004
Ferroviário De Nampula2003
Costa do Sol2002
Maxaquene2001
Costa do Sol2000
Edição Impressa 398