O País Online - A verdade como notícia

Segunda-feira
23 de Outubro
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Desporto Desporto Campeão ressurge das cinzas e recupera posições na classificação

Campeão ressurge das cinzas e recupera posições na classificação

Ferroviário da Beira vence UP de Niassa por 2-1 e sobe quatro pontos na classificação

O Ferroviário da Beira está de volta! Do 12° lugar para o 8° posto. Uma subida de quatro lugares que coloca a equipa no top 10 da tabela classificativa. É obra!

Depois de mais uma vitória arrancada a ferro e fogo na deslocação a Lichinga, onde venceu a UP de Niassa por duas bolas a uma, o Ferroviário da Beira sacudiu a crise e saiu dos lugares de desconforto, subindo quatro lugares e somando mais três pontos, totalizando agora 29 pontos.

No jogo em atraso, referente a 17ª jornada, os “locomotivas” do Chiveve marcaram primeiro, por intermédio de Andro, que aproveitou uma fífia do guarda-redes dos “universitários”, para abrir o marcador, aos 42 minutos.

O árbitro do encontro, Filimão Filipe, deu cinco minutos de compensação na primeira parte e foi, nesse mesmo período, que a UP chegou ao empate, por intermédio de Maré, quando passavam dois minutos dos 45.

O intervalo era, até essa altura, o resultado justo, em função dos acontecimentos no rectângulo do jogo.

A segunda parte começa com o golo de Dayo, quando ainda a UP procurava se reencontrar para a etapa complementar.

Depois do golo, viu-se uns “universitários” a correrem atrás dos prejuízos, e os “locomotivas” do Chiveve a procurarem gerir o resultado até ao final do encontro.

Uma vitória bastante difícil, tal como disse Rogério Gonçalves, técnico “locomotiva” no final do encontro, destacando que o piso “maltratado” foi o grande entrave para a sua equipa poder “explanar o seu verdadeiro futebol”. Já o técnico da UP lamentou o facto de a sua equipa ter claudicado nos momentos cruciais, o que acabou propiciando a derrota no jogo, o que mantem a equipa ainda na zona da despromoção.

Com este resultado, o Ferroviário da Beira, que ainda tem um jogo a menos, diante do Costa do Sol, sobe para a 8ª posição, agora com 29 pontos, estando a 16 pontos da líder União Desportiva de Songo, enquanto a UP de Niassa, é penúltimo classificado, com 21 pontos.

 

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -23-10-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 


 

EQUIPAANO
Ferroviário da Beira 2014
Ferroviário da Beira2013
Liga Muçulmana2012
Ferroviário De Maputo 2011
Maxaquene2010
Ferroviário De Maputo2009
Atlético Muçulmano2008
Costa Do Sol 2007
Desportivo De Maputo2006
Ferroviário Da Beira2005
Ferroviário De Maputo2004
Ferroviário De Nampula2003
Costa do Sol2002
Maxaquene2001
Costa do Sol2000
Edição Impressa420