O País Online - A verdade como notícia

Quinta-feira
21 de Setembro
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Desporto Desporto Moçambique falha acesso aos quartos-de-final

Moçambique falha acesso aos quartos-de-final

Selecção nacional de basquetebol sénior masculina perdeu com Senegal (80-49)
A selecção nacional de basquetebol sénior masculina falhou, ontem, o apuramento para os quartos-de-final do “Afrobasket” 2017 após perder com o Senegal por 80-49, em jogo da terceira jornada do grupo “D” da prova.

Entrar com força

Em pleno pavilhão Marius Ndiaye, onde o Senegal conquistou em 1997 o quinto e último título na sua história, Moçambique não teve argumentos para contrariar as estatísticas que dão vantagem aos senegaleses.

De resto, a última vitória do nosso país frente ao Senegal data de 1981, no Cairo, Egipto, com o resultado a ficar-se em 60-58.

Com o Marius Ndiaye lotado, qual ovo de Colombo, os senegaleses entraram com força: ao cabo do primeiro período, venciam pelo parcial de 19-12.

Sempre a controlar a marcha do marcador, o conjunto orientado pelo espanhol Porfirio Fisac de Diego foi mais forte no segundo quarto, etapa na qual esteve muito bem a defender fazendo com que Moçambique somente contabilizasse seis pontos. No final do segundo quarto, o Senegal vencia por 19-6.

O terceiro período trouxe uma selecção nacional com algumas melhorias em termos de pontuação, tanto é que liderou com o parcial de 17-12.

O quarto e decisivo quarto foi de domínio dos senegaleses que “mandaram” na quadra com uma diferença de 16 pontos: 30-14.

Em termos globais, o Senegal obteve uma média de aproveitamento de 39.5 % na linha dos lançamentos exteriores, contra 23.3 % de Moçambique.

Os senegaleses terminaram o encontro com 50.9 porcento de aproveitamento na linha dos lances livres, enquanto o combinado ficou-se pela média de 47.1 %.

Mas há mais em termos estatísticos: os donos da casa contabilizaram 32 ressaltos, sendo que Moçambique obteve 32 (dos quais 29 defensivos e cinco defensivos).

A “boxe score” aponta ainda para 17 assistências e nove “turnovers” dos senegaleses, contra 13 e oito de Moçambique, respectivamente.

Em termos individuais, destaque no Senegal para Gorgui Sy Dieng, jogador dos Minnesota Timberwolves da NBA, ele que contabilizou 14 pontos e oito ressaltos.

Do lado de Moçambique, Elton Ubisse foi a melhor unidade com nove pontos e seis ressaltos.

 


 

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -20-09-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 


 

EQUIPAANO
Ferroviário da Beira 2014
Ferroviário da Beira2013
Liga Muçulmana2012
Ferroviário De Maputo 2011
Maxaquene2010
Ferroviário De Maputo2009
Atlético Muçulmano2008
Costa Do Sol 2007
Desportivo De Maputo2006
Ferroviário Da Beira2005
Ferroviário De Maputo2004
Ferroviário De Nampula2003
Costa do Sol2002
Maxaquene2001
Costa do Sol2000
Edição Impressa414