O País Online - A verdade como notícia

Quinta-feira
21 de Setembro
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Desporto Desporto Campeão moçambicano já prepara recepção ao USMA da Argélia

Campeão moçambicano já prepara recepção ao USMA da Argélia

Ferroviário da Beira enfrenta USMA da Argélia nos quartos-de-final da Liga dos Campeões africanos

É já próximo sábado que o “caldeirão” vai fervilhar com o primeiro jogo, na sua história, de uma partida dos quartos-de-final da Liga dos Campeões africanos. O campeão nacional, o Ferroviário da Beira, recebe o USMA da Argélia para a primeira mão da antepenúltima eliminatória da maior competição de clubes ao nível do continente. E a preparação iniciou logo após o jogo diante do seu homónimo de Nampula, domingo último, que terminou com o nulo a prevalecer.

Alias, no final desse jogo diante do Ferroviário de Nampula, Rogério Gonçalves admitiu ter pouca informação do seu adversário, mas que de tudo vai fazer, esta semana, para obter o maior número de dados que possibilite ter uma ideia de como enfrentar seu adversário. “Temos pouca informação, mas vamos receber mais informações e penso estar melhor possível preparado para esse jogo de sábado”, disse Rogério Gonçalves, numa primeira reacção na semana do jogo da “champions” africana.

Mais uma semana de preparação

O Ferroviário da Beira devia ter recebido o USMA da Argélia, no sábado passado, mas, por decisão da CAF, o jogo ficou remarcado para o próximo sábado, o que fez com que os campeões nacionais tivessem mais uma semana de preparação. Uma notícia recebida de bom agrado pelos “locomotivas” do Chiveve, que pretendem fazer o seu melhor para sair com um resultado tranquilizador para o jogo da segunda mão, uma semana depois. “A equipa está preparada para enfrentar a equipa da Argélia no sábado. Não vai ser fácil, mas os jogadores vão dar o seu máximo para sair com um bom resultado”, garantiu Boaventura Mahave.

O presidente do Ferroviário da Beira disse, ao “O País”, que a equipa está preparada para enfrentar o USMA da Argélia, no próximo sábado, e reconhece que a inexperiência em disputar duas provas de grande importância, nomeadamente o Moçambola Zap e a Liga dos Campeões, terá prejudicado a equipa, que perdeu a luta pela revalidação do título e foi afastada da Taça de Moçambique. Mas garante que a equipa vai lutar por uma boa posição no final da prova. “Fomos inexperientes em disputar duas provas fortes e por isso acabamos sofrendo as consequências. Mas vamos lutar pelo segundo ou terceiro lugar, que são os lugares dignos para o Ferroviário da Beira”, disse.

Satisfeitos com Rogério Gonçalves

Os resultados alcançados pelos “locomotivas” do Chiveve, na era de Rogério Gonçalves, dão garantias de continuidade do técnico português. Desde que o técnico chegou ao clube de Chiveve, a equipa ainda não perdeu, tendo alcançado vitórias e empates nos seus jogos. Uma avaliação que satisfaz a direcção “locomotiva”: “Rogério Gonçalves é um bom treinador, tal como foi o Aleixo Fumo e o Lucas Barrarrijo. Mas quando os resultados não saem, temos que mudar e estamos felizes com o nosso treinador”, assegurou o presidente do Ferroviário de Maputo.

No Moçambola Zap, o Ferroviário da Beira segue na sétima posição com 36 pontos e menos um jogo, sendo que, no próximo sábado, joga a primeira mão dos quartos-de-final da Liga dos Campeões Africanos, diante do USMA da Argélia.

Campeonato argelino ainda no início

Entretanto, o adversário do Ferroviário da Beira nos quartos-de-final da Liga dos Campeões Africanos, o USMA da Argélia, está em início da época futebolística, com o campeonato a ter rodado apenas duas jornadas. Nestes primeiras jornadas locais, o adversário do campeão nacional arrecadou apenas quatro pontos, frutos de uma vitória e um empate, tendo efectuado, na noite de ontem, mais um jogo, antecipado da terceira jornada.

Antes desses dois jogos, o USMA havia realizado poucos jogos para as competições internas, o que pode ser uma mais valia para turma moçambicana, que está em final da temporada.

 

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -20-09-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 


 

EQUIPAANO
Ferroviário da Beira 2014
Ferroviário da Beira2013
Liga Muçulmana2012
Ferroviário De Maputo 2011
Maxaquene2010
Ferroviário De Maputo2009
Atlético Muçulmano2008
Costa Do Sol 2007
Desportivo De Maputo2006
Ferroviário Da Beira2005
Ferroviário De Maputo2004
Ferroviário De Nampula2003
Costa do Sol2002
Maxaquene2001
Costa do Sol2000
Edição Impressa414