O País Online - A verdade como notícia

Quinta-feira
19 de Outubro
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Desporto Desporto Estrela cimenta liderança no Campeonato da Cidade em hóquei

Estrela cimenta liderança no Campeonato da Cidade em hóquei

Estrela Vermelha venceu Ferroviário de Maputo 11-0 em jogo da primeira jornada da segunda volta do Campeonato da Cidade de Hóquei em patins

ESTRELA DEMOLIDOR

Jogo de fundo da jornada seis do Campeonato da Cidade de hóquei em patins, prova que reatou após uma paragem de cerca de um mês para dar lugar a participação da selecção nacional de hóquei em patins no Mundial de Nanjing, na China. Frente-a-frente, dois clubes históricos desta modalidade: Ferroviário de Maputo e Estrela Vermelha.

Os “alaranjados” apostaram numa defesa à zona e fizeram valer a sua experiência para controlarem o jogo, tendo chegado facilmente a uma vantagem de quatro a zero no final da primeira parte.

Ivan “Maninho” Esculudes, Spiros “Kiko” Esculudes, Ílidio Canda, Dário Mascarenhas e companhia não deram qualquer hipótese ao Ferroviário de Maputo, pressionando, desde cedo, o conjunto comandado por Pedro Tivane.

Na segunda metade, os tricampeões nacionais foram alargando a sua vantagem perante uma jovem equipa do Ferroviário de Maputo sem soluções.

Nem mesmo a presença, em campo, do capitão Nelson “Mafamba” Miquissene foi suficiente para transmitir tranquilidade aos “locomotivas”.

Com esta vitória, o Estrela Vermelha cimentou a liderança na prova com 18 pontos e coloca-se em boa posição para conquistar o tetra. Já o Ferroviário de Maputo é terceiro com nove pontos. 

“Cumprimos com o nosso objectivo. Estivemos muito bem no encontro. O Ferroviário de Maputo é uma equipa muito forte, formada por jovens jogadores que estiveram em estágio da selecção nacional. Nós fizemos o nosso trabalho e saímos com um resultado favorável. Queremos conquistar a prova”, disse Spiros “Kiko” Esculudes, capitão do Estrela Vermelha.

Por sua vez, Pedro Tivane, treinador do Ferroviário de Maputo, reconheceu a superioridade do seu adversário. “Estivemos mal no encontro. Não conseguimos fazer o nosso jogo e isso custou-nos muito caro. Vamos procurar corrigir os erros que cometemos”, disse Tivane.

Ainda a contar para esta ronda, a Académica derrotou o Desportivo “B” por 9-2, numa partida em que os estudantes foram claramente superiores. Os “alvi-negros”, em algum momento, tentaram contrariar o seu adversário, mas veio depois ao de cima nervosismo dos atletas menos rodados.

Este resultado coloca a Académica em quarto lugar com nove pontos, enquanto o Desportivo “B” é quinto com três pontos.

Por sua vez, o Desportivo “A” conseguiu o resultado mais volumoso da primeira jornada, ao bater o Dom Bosco por 34-1

 

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -18-10-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 


 

EQUIPAANO
Ferroviário da Beira 2014
Ferroviário da Beira2013
Liga Muçulmana2012
Ferroviário De Maputo 2011
Maxaquene2010
Ferroviário De Maputo2009
Atlético Muçulmano2008
Costa Do Sol 2007
Desportivo De Maputo2006
Ferroviário Da Beira2005
Ferroviário De Maputo2004
Ferroviário De Nampula2003
Costa do Sol2002
Maxaquene2001
Costa do Sol2000
Edição Impressa419