O País Online - A verdade como notícia

Sexta-feira
31 de Julho
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Economia Economia Inflação média foi de 11.17% em 2011

Inflação média foi de 11.17% em 2011

Contribuíram para esta subida generalizada dos preços, em 2011, a divisão de produtos alimentares, bebidas alcoólicas, gasolina, carvão vegetal e o ensino superior público.

Os dados revelam ainda que só a inflação do mês de Dezembro último foi de 1.38%.  Trata-se de uma variação que podia ter sido pior se o metical não tivesse continuado forte, durante todo o ano de 2011, em relação às principais moedas estrangeiras que circulam no mercado interno.

Dados revelados ontem pelo Instituto Nacional de Estatísticas (INE) indicam que a inflação média anual em Moçambique situou-se nos 11.17%, em 2011, contra uma inflação média anual de 12.43% em 2010, o que representa uma redução de 1.26 pontos percentuais.

Em termos acumulados, a inflação foi de 6.14% em 2011, o que representa uma queda de 11.26% comparativamente ao ano anterior.

Contribuíram para esta subida generalizada dos preços, em 2011, a divisão de produtos alimentares, bebidas alcoólicas, gasolina, carvão vegetal e o ensino superior público. Os dados revelam ainda que a inflação do mês de Dezembro último foi de 1.38%. 

Essencialmente, a inflação média anual assim como a acumulada – que agregam as três principais cidades do país - foram influenciadas pela variação dos preços nas cidades da Beira e Nampula.  De correcto, na inflação acumulada (6.14%), a cidade de Nampula foi a que mais contribuiu, ao registar uma variação de 7.79%. Enquanto isso, a cidade da Beira é a segunda maior contribuinte da inflação média anual, tendo registado uma variação de 10.52%. 

Uma variação da inflação abaixo das previsões do governo

Os números comportam-se de outra maneira em relação às previsões do governo em termos de inflação para 2011, na medida em que a referência usada para a previsão são os preços da cidade de Maputo.

Agora, a previsão de inflação média anual para 2011 era de 10.8%, contra uma inflação média anual de 10.35%, o que significa que a variação situou-se 0.45% abaixo do previsto pelo Governo.

O director-adjunto das Contas Nacionais e Indicadores Globais, Firmino Guilichi, revelou que se tem tomado como referência a cidade de Maputo para a previsão da inflação “por razões históricas”, mas que “pela performance que se tem registado no cálculo da inflação agregada (das três principais cidades)” por parte do INE, o Governo passará em breve a considerar as variações das outras duas principais cidades capitais do país (Beira e Nampula).

Em termos acumulados, a inflação prevista era de 8.4%, tendo a cidade de Maputo registado uma inflação de 5.46%, o que representa uma variação acumulada do índice de preços de 2.94% abaixo da prevista pelo executivo moçambicano.

Leia mais na edição impressa do «Jornal O País»
 

"Ninguém ignora tudo. Ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa. Todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre."

 

Paulo Freire

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


publicidade

Moeda

Compra

Venda

DolarUSD37,72 38,48
Rand ZAR 2,97 3,03
EuroEUR41,2542,09
LibraGBP58,8860,06
IeneJPY0,30690,3131

Edição Impressa e O Tempo

   
Edição Impressa O Tempo

Edição Impressa 31-07-2015

 

Maputo

 

Inhambane

  Beira
 

Nampula

 
 

Edição Impressa - O País Económico

Edição Impressa 301