O País Online - A verdade como notícia

Quinta-feira
23 de Outubro
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Economia Economia Moçambique não vai escapar aos efeitos perversos das mudanças climáticas

Moçambique não vai escapar aos efeitos perversos das mudanças climáticas

Espera-se que o nível das águas do mar venha a subir até 5m de altura

Moçambique é um dos vários países em desenvolvimento com a sua economia em franco crescimento, processo que requer um investimento nos vários sectores industriais que apresentam potencialidades de desenvolvimento. Aqui servem de exemplos a indústria de produção de alumínio, a Mozal, os projectos de Areias Pesadas de Chibuto e Moma, os projectos de exploração de gás em Pande e Temane, a exploração de carvão mineral em Moatize, e tantas outras actividades que por vezes pressupõem danos imensuráveis no meio ambiente.

 

Em termos de efeitos, já é notável que o actual ciclo de cheias e ciclones reflecte as tão temidas mudanças climáticas.

Como um país costeiro, são óbvios os efeitos perversos do aquecimento global que se poderão fazer sentir. Um dos impactos negativos derivados da subida do nível médio das águas do mar é a intrusão salina nas terras férteis localizadas nas margens dos rios, facto que se deve ao fraco caudal dos rios devido à seca e às marés altas. Esta situação causa a improdutividade dos solos e uma óbvia redução da produção agrícola, o que por seu turno gera uma situação de insegurança alimentar para a população dependente da actividade agrícola.

 

QUADRO SOMBRIO

A elevação do nível do mar resulta igualmente na destruição das infra-estruturas das zonas costeiras e redução do espaço continental. No seu relatório de Maio de 2009, o Instituto Nacional de Gestão de Calamidades (INGC) revela um quadro sombrio para Moçambique, caso as tendências actuais de elevação do nível do mar continuem no período 2030 e 2060. A elevação do nível do mar associada à ocorrência de tempestades poderá criar situações de forte erosão com um recuo da costa em cerca de 500 metros, o que se deve ao facto da costa moçambicana, nas regiões centro e sul, estarem abaixo dos 500 metros.

Para além da inundação permanente da costa, as zonas baixas mais para o interior estarão constantemente inundadas, o que cria possibilidade de ocorrência da intrusão salina, que inutiliza as terras usadas para agricultura. Dos pontos sob forte ameaça devido à subida do nível do mar até 2030 incluem-se a Ilha de Inhaca, as planícies do baixo Limpopo, as zonas baixas dos rios Incomati e Maputo.

Estima-se que com a prevalência da actual subida do nível médio do mar, associada ao crescimento da população, poderá assistir-se a uma crescente disputa pela terra e restrições no acesso à água, criando potencialidades de conflito a partir de 2030.

 

CAOS PARA BEIRA E MAPUTO

Fora da ameaça imposta aos habitantes das zonas costeiras, o aquecimento global ameaça igualmente infra-estruturas importantes da economia moçambicana. A título de exemplo, citam-se os portos da Beira, na província de Sofala, e de Maputo mais a sul do país, incluindo as suas infra-estruturas adjacentes. O já mencionado estudo do INGC indica que numa provável subida do mar em 5 metros até à metade do século, causada pelo derretimento do gelo nas regiões polares, a cidade da Beira ficará separada do interior e provavelmente se transformará numa ilha.

Mais para a região sul do país, o porto de Maputo encontra-se sob forte ameaça, incluindo as suas ligações ferroviárias e facilitações de combustível, que se localizam em zonas de estuário. O estudo indica que embora a zona esteja protegida de situações de ciclones, enfrenta situações de inundações, ameaça que aumenta com a subida do nível do mar.

O estudo do INGC revela que num cenário de elevada subida do nível do mar, a avenida da Marginal e a costa do sol ficarão debaixo do nível do mar e haverá a necessidade de construção de novas barreiras para a nova costa. Esta medida aplica-se igualmente ao porto e as suas instalações adjacentes, que necessitarão de uma recolocação gradual à medida da subida do nível do mar. Porém, importa salientar que a cidade permanecerá segura, pois a mesma localiza-se zonas elevadas.

 


publicidade

Moeda

Compra

Venda

DolarUSD30,50 31,12
Rand ZAR 2,77 2,83
EuroEUR38,5539,33
LibraGBP48,8749,95
IeneJPY0,28440,2902

Edição Impressa - O País Económico

Edição Impressa 262

window.addEvent('domready', function(){ checkCookie(); }); function showMe (id, box) { if( document.getElementById(id).checked == true ){ document.getElementById(box).style.display = 'block'; jsCookies.set(id, "on", 365 ); }else{ document.getElementById(box).style.display = 'none'; jsCookies.set(id, "", 365 ); } } function checkCookie() { var radio5 = jsCookies.get("radio5"); var radio8 = jsCookies.get("radio8"); var radio9 = jsCookies.get("radio9"); var radio11 = jsCookies.get("radio11"); var radio12 = jsCookies.get("radio12"); var radio13 = jsCookies.get("radio13"); if( radio5 == 'on' ){ document.getElementById("radio5").checked = true; document.getElementById("sec-5").style.display = 'block'; }else{ document.getElementById("radio0").checked = false; document.getElementById("radio5").checked = false; document.getElementById("sec-5").style.display = 'none'; } if( radio8 == 'on' ){ document.getElementById("radio8").checked = true; document.getElementById("sec-8").style.display = 'block'; }else{ document.getElementById("radio0").checked = false; document.getElementById("radio8").checked = false; document.getElementById("sec-8").style.display = 'none'; } if( radio9 == 'on' ){ document.getElementById("radio9").checked = true; document.getElementById("sec-9").style.display = 'block'; }else{ document.getElementById("radio0").checked = false; document.getElementById("radio9").checked = false; document.getElementById("sec-9").style.display = 'none'; } if( radio11 == 'on' ){ document.getElementById("radio11").checked = true; document.getElementById("sec-11").style.display = 'block'; }else{ document.getElementById("radio0").checked = false; document.getElementById("radio11").checked = false; document.getElementById("sec-11").style.display = 'none'; } if( radio12 == 'on' ){ document.getElementById("radio12").checked = true; document.getElementById("sec-12").style.display = 'block'; }else{ document.getElementById("radio0").checked = false; document.getElementById("radio12").checked = false; document.getElementById("sec-12").style.display = 'none'; } if( radio13 == 'on' ){ document.getElementById("radio13").checked = true; document.getElementById("sec-13").style.display = 'block'; }else{ document.getElementById("radio0").checked = false; document.getElementById("radio13").checked = false; document.getElementById("sec-13").style.display = 'none'; } } var jsCookies = { // this gets a cookie and returns the cookies value, if no cookies it returns blank "" get: function(c_name) { if (document.cookie.length > 0) { var c_start = document.cookie.indexOf(c_name + "="); if (c_start != -1) { c_start = c_start + c_name.length + 1; var c_end = document.cookie.indexOf(";", c_start); if (c_end == -1) { c_end = document.cookie.length; } return unescape(document.cookie.substring(c_start, c_end)); } } return ""; }, // this sets a cookie with your given ("cookie name", "cookie value", "good for x days") set: function(c_name, value, expiredays) { var exdate = new Date(); exdate.setDate(exdate.getDate() + expiredays); document.cookie = c_name + "=" + escape(value) + ((expiredays == null) ? "" : "; expires=" + exdate.toUTCString()); }, // this checks to see if a cookie exists, then returns true or false check: function(c_name) { c_name = jsCookies.get(c_name); if (c_name != null && c_name != "") { return true; } else { return false; } } };