O País Online - A verdade como notícia

Quinta-feira
27 de Abril
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Economia Economia Governo de Nampula sobe tarifa de transporte interdistrital de passageiros para 1,25 Mt/km

Governo de Nampula sobe tarifa de transporte interdistrital de passageiros para 1,25 Mt/km

Governo de Nampula sobe tarifa de transporte interdistrital de passageiros para 1,25 Mt/km

 

O governo da província de Nampula decidiu ajustar a tarifa de transportes interdistritais de passageiros de um para 1,25 meticais o quilómetro.

A decisão foi tomada na quinta sessão ordinária que teve lugar na última sexta-feira.

Segundo o porta-voz do encontro, Agostinho Zacarias, as novas tarifas entram em vigor logo que o governo provincial emitir um comunicado em concertação com a Associação dos Transportadores (ASTRA) da região norte do país.

De acordo com a nova tabela, as pessoas que viajam para a distância mais longa, por exemplo da cidade capital ao distrito de Memba, num troço de 250 quilómetros, passam a pagar a tarifa de 313 meticais contra os anteriores 250 meticais. Da cidade de Nampula a Marratane, percurso mais curto, cada passageiro passa a pagar 25 meticais contra os anteriores 20 meticais.

Citado pela AIM, Zacarias explicou que este reajuste deve-se, sobretudo, ao aumento do preço dos combustíveis nos últimos tempos, assim como ao desgaste dos meios de transporte devido às más condições das vias de acesso que levam aos distritos desta província. “Este ajustamento é uma acção combinada pela ASTRA e depois concertada pelo governo provincial. A tarifa anterior terminou (quinta-feira) e a nova começa efectivamente a vigorar a qualquer dia, pois, neste momento, apenas falta uma comunicação junto à ASTRA e aos transportadores”, disse o porta-voz do executivo de Nampula.

Entretanto, alguns utentes entrevistados pela AIM lamentam o aumento do preço, mas dizem que já era de esperar. 

“Só que no meio disso tudo ainda somos roubados. Olha que o quilómetro custa um metical e nós pagámos mais que isso. Por exemplo, de Nampula a Nacala são quase 190 quilómetros, mas somos cobrados 200 meticais ao invés de 190, e de Nampula a Namialo são 90 quilómetros e pagámos 100 meticais. Não imagino agora o que será de nós”, acrescentou.

Entre Outubro do ano passado e Março deste ano, os preços de combustíveis foram reajustados duas vezes. Nesse intervalo, o litro de gasolina passou de 47,52 Mt para os actuais 56,08 Mt, o gasóleo de 36,81 Mt para 51,89 Mt, e o petróleo de iluminação passou de 28,64 Mt para 41.61 Mt o litro.

 

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -26-04-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 

Edição Impressa 393