O País Online - A verdade como notícia

Sexta-feira
21 de Julho
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Economia Economia Produtores de frango aumentam vendas com interdição da importação do Brasil

Produtores de frango aumentam vendas com interdição da importação do Brasil

Proibição da importação do frango brasileiro aliviou concorrência para produtores nacionais

A proibição da importação do frango brasileiro veio aliviar a concorrência para os produtores nacionais, e segundo o ministro da Indústria e Comércio já há resultados visíveis.

Max Tonela avança que o Governo interagiu com os industriais do sector avícola para aferir a capacidade de resposta e evitar ruptura de stock e especulação. Dos levantamentos feitos pelo Ministério da Indústria e Comércio, constata-se um aumento da venda do frango nacional. A resposta que o Governo tem recebido de vários produtores, sobretudo da Associação Moçambicana de Avicultores (AMA), é que no centro do país, por exemplo, há um aumento de vendas de um dos operadores na ordem de 200% na província de Tete, 100% em Sofala e 30% em Manica. “Portanto, vemos que é uma oportunidade que os produtores nacionais exploram de boa forma”, garantiu o ministro da Indústria e Comércio, Max Tonela.

O posicionamento do ministro Max Tonela confirma o posicionamento dos avicultores, quando tomaram conhecimento da interdição da importação do frango brasileiro. Ao disporem de um mercado sem um dos mais fortes concorrentes, várias organizações da cadeia de produção do frango convocaram a imprensa para prometer que estão em condições de suprir o défice, avaliado em cerca de 5 000 toneladas por ano, e asseguraram, igualmente, que forneceriam produto de qualidade ao mercado.

Os produtores de frango garantiram que a redução da concorrência não traz risco do agravamento do preço. Pelo contrário, está a verificar-se a redução do preço de produção de ração, facto que pode criar condições para a redução do preço do frango.

Moçambique consome cerca de 75 mil toneladas de frango por ano, dos quais 70 mil correspondem a produção interna.

A importação do frango e da carne brasileira foi interditada no mês passado (Março), depois de uma denúncia de que parte da produção e exportação é deteriorada e, por isso, imprópria para o consumo.


 

 

 

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -20-07-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 

Edição Impressa401