O País Online - A verdade como notícia

Quarta-feira
26 de Julho
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Economia Economia Maputo desperdiça 2.5 milhões de metros cúbicos de água mensalmente

Maputo desperdiça 2.5 milhões de metros cúbicos de água mensalmente

Desperdício de água potável avaliado em 2.7 milhões de meticais 

 

Numa altura em que a água é abastecida com restrições nas cidades de Maputo e Matola e distrito de Boane – devido à escassez –, 2.5 milhões de metros cúbicos de água potável perdem-se todos os meses. A perda tem maior incidência nos bairros periféricos, devido às fugas e ligações clandestinas na rede de canalização.

Segundo a empresa Águas da Região de Maputo (ADM), o desperdício está avaliado em mais 2.7 milhões meticais e a quantidade de água é suficiente para abastecer cerca de cinco mil famílias durante quatro meses.

A ADM acrescenta que com a água esbanjada também seria possível alterar o actual modelo de distribuição, que cria constrangimentos aos consumidores.

Para travar ou pelo menos minimizar as perdas, a ADM tem investido na sensibilização das pessoas para que não vandalizem os tubos.

 

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -26-07-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 

Edição Impressa401