O País Online - A verdade como notícia

Sábado
22 de Julho
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Economia Economia FMI está em Maputo para discutir relatório da Kroll

FMI está em Maputo para discutir relatório da Kroll

Uma missão do FMI está em Maputo para discutir os resultados da auditoria às dívidas ocultas elaborado pela Kroll

 

Uma missão do Fundo Monetário Internacional (FMI) está em Maputo para discutir, entre outros aspectos, os resultados da auditoria às dívidas ocultas elaborado pela Kroll.

Por volta das nove horas, de hoje, o jornal “O País” interceptou a missão do FMI na entrada do Gabinete do Ministro da Economia e Finanças. A equipa é chefiada pelo economista do Fundo, Michel Lazare.

Logo à chegada o Representante Residente do Fundo Monetário Internacional em Moçambique, Ari Aisen, avisou aos jornalistas que não estava disponível para falar no momento. “Por enquanto sem declarações, mas depois nós iremos falar à imprensa”, disse Ari Aisen.

A missão tem objectivos bem definidos para Moçambique, entre eles, discutir com as autoridades os resultados da auditoria às dívidas ocultas da Ematum, MAM e ProIndicus, para além de traçar medidas para dar seguimento ao documento publicado pela Procuradoria-Geral da República.

A visita da missão do FMI que, arrancou, esta segunda-feira, termina no dia 19 de Julho. Nesta visita a Maputo, a missão também vai reavaliar a situação macroeconómica do país e discutir as prioridades das autoridades relativas ao Orçamento de 2018.

O Fundo Monetário Internacional considera que a publicação do resumo dos resultados da auditoria é um passo importante para a transparência relativamente aos empréstimos ocultos das empresas Ematum, Proindicus e MAM que totalizam 2 mil milhões de dólares.

 

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -20-07-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 

Edição Impressa401