O País Online - A verdade como notícia

Sexta-feira
22 de Setembro
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Economia Economia Banco Mundial financia produção de estatísticas socioeconómicas

Banco Mundial financia produção de estatísticas socioeconómicas

Crescimento económico elevado que o país registou nas últimas décadas não se traduziu numa redução proporcional da pobreza

O Banco Mundial aprovou uma doação de 62 milhões de dólares a Moçambique destinada a melhorar a produção e difusão de estatísticas socioeconómicas de qualidade, bem como apoiar a utilização desses dados na elaboração de políticas, informou a instituição, citada pela agência Macauhub.

O banco considera, no entanto, que o crescimento económico elevado que o país registou nas últimas décadas não se traduziu numa redução proporcional da pobreza, sendo por isso necessário a existência de dados estatísticos elaborados em tempo útil e de qualidade para a concepção de políticas económicas que abordem adequadamente a pobreza e suas disparidades regionais.

Mark Lundell, director do Banco Mundial para Moçambique, afirma no comunicado que a instituição pretende “fortalecer as bases de um ciclo virtuoso que consiste na produção de estatísticas que tenham mais qualidade e que estejam disponíveis aos interessados, passando pela sua utilização de forma regular na formulação de políticas, e resultando num cada vez maior empenho na transparência e responsabilidade por parte do Governo.”

Segundo a agência, as componentes deste projecto incluem o reforço da capacidade do Instituto Nacional de Estatística, recolha de dados, incluindo o próximo Censo da População e Habitação de 2017 e dos novos inquéritos aos agregados familiares, análise e divulgação, ordenamento e planeamento e gestão de dados sobre a ajuda ao desenvolvimento.

O projecto faz parte da estratégia do Banco Mundial para o país no período 2017-2021, que visam preencher as lacunas em dados nas áreas-chave para acompanhar a evolução da pobreza.

 

 

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -22-09-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 

Edição Impressa414