O País Online - A verdade como notícia

Quinta-feira
19 de Outubro
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Economia Economia Governo já depositou proposta de OE para 2018 no Parlamento

Governo já depositou proposta de OE para 2018 no Parlamento

Executivo prevê que défice Orçamental reduza dos cerca de 86 biliões de meticais previstos este ano para cerca de 77 biliões em 2018

A proposta de Plano e Orçamento do Estado para 2018 já foi depositada pelo Governo na Assembleia da República, escreve a Agência Lusa citando uma fonte parlamentar.

O documento encontra-se no gabinete da presidente do parlamento, Verónica Macamo, antes de transitar para a Comissão Parlamentar do Plano e Orçamento, em data a anunciar, altura em que deverá ser distribuído aos deputados.

A proposta foi aprovada pelo Conselho de Ministros a 21 de Setembro do ano em curso.

Para o próximo ano, O Executivo prevê que o défice Orçamental reduza dos cerca de 86 biliões de meticais previstos este ano (2017) para cerca de 77 biliões em 2018. Isto quer dizer que, da despesa total de 300.7 biliões de meticais que o Governo se compromete a realizar no próximo ano, cerca de 77 biliões deverão ser empréstimos dentro e fora do país, assim como donativos, lembrando que o Estado moçambicano não conta com apoio dos parceiros de apoio ao Orçamento desde Abril do ano passado, que suspenderam a assistência na sequência da descoberta das “dívidas ocultas”.

É neste quadro que o Executivo está a ser confrontado com a necessidade de recorrer ao crédito interno para financiar as suas despesas. A porta-voz do Conselho de Ministros, Ana Comoana, tinha explicado, a este respeito, que não temia que esse facto reduza a capacidade da banca financiar o sector privado, porque o Governo tem os seus mecanismos para aceder ao crédito e os empresários, também tem os seus mecanismos e procedimentos para o mesmo efeito.

Em termos de metas para 2018, o Estado prevê arrecadar 222,8 biliões de meticais em receitas fiscais, o equivalente a 22,5% do Produto Interno Bruto (PIB).

A previsão de crescimento económico do Executivo para o ano 2018 é optimista. Prevê que a economia nacional cresça 5.3% no próximo ano, acima de 4.7% esperados este ano.

Além de factores internos, as estimativas são baseadas nas previsões de subida dos preços das mercadorias no mercado internacional.

“A nível internacional, as expectativas são optimistas, apontam para o crescimento do PIB global em 3,6%, particularmente estimulado pelas tendências dos preços das principais mercadorias do mercado internacional”, referiu Ana Comoana, porta-voz do Conselho de Ministros, na altura da apresentação do documento a 21 do mês passado.

Nas contas do Governo, os preços continuarão altos, com uma inflação que, apesar de recuar, insiste em estar na casa dos dois dígitos. Em 2018, a inflação poderá atingir 11.9%. O Executivo espera, por outro lado, que o valor das exportações do país atinja 4.1 biliões de dólares em 2018, contra 3.4 biliões esperados este ano.

 

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -18-10-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 

Edição Impressa419