O País Online - A verdade como notícia

Sábado
25 de Março
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Internacional Internacional EUA admitem uma acção militar contra Coreia do Norte para bloquear testes nucleares

EUA admitem uma acção militar contra Coreia do Norte para bloquear testes nucleares

Secretário do Estado norte-americano avisa que se Pyongyang continuar com provocações a via militar pode ser uma resposta a altura

O secretário do Estado norte-americano, Rex Tillerson, reservou o seu tempo, esta semana, para visitar Japão, China e Coreia do Sul, com o objectivo claro de traçar novas estratégias contra a Coreia do Norte. O país dirigido por Kim Jong-Un é considerado ditatorial e está isolado do mundo, na sequência de um embargo económico causado pela sua insistência em fazer testes nucleares.

Depois de visitar a zona desmilitarizada que divide a Coreia do Sul e Coreia do Norte, Tillerson anunciou que uma acção militar poderá ser a via para impedir que a Coreia do Norte continue com testes de armamento pesado, que são uma ameaça ao mundo.

"Não queremos que as coisas cheguem a um conflito militar", disse Tillerson acrescentando que se a Coreia do Norte continuar com ameaças, as opções passam a ser militares.

"Se eles elevarem a ameaça através do programa de armamento a um nível, considerado alto, pode obrigar a uma acção militar, e então essa opção fica em cima da mesa", avisou o secretário de Estado norte-americano.

Entretanto, a Coreia do Norte vem acusando os Estados Unidos de invadir o seu território, avisando, também, que esta é uma atitude irracional.

 

 

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -24-03-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 

Edição Impressa 390