O País Online - A verdade como notícia

Sábado
19 de Agosto
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Internacional Internacional Mais de 60 crianças mortas no atentado em Alepo

Mais de 60 crianças mortas no atentado em Alepo

Bombista mata 120 pessoas num subúrbio do Alepo

 

Pelo menos 68 crianças estão entre os mortos do ataque suicida de sábado contra uma coluna de autocarros que retiravam civis e combatentes de localidades de Alepo, no norte da Síria, anunciou uma organização não-governamental.

“O balanço continua a aumentar. Há centenas de feridos”, disse à imprensa o director do Observatório Sírio dos Direitos Humanos, Rahmi Abdel Rahman, adiantando que pelo menos 126 pessoas morreram no ataque.

A maioria (109) eram habitantes de Foua e Kafraya, duas localidades controladas pelo regime que estavam cercadas pelos rebeldes, e os restantes rebeldes e pessoal humanitário, precisou.

O atentado foi perpetrado no sábado, quando um bombista suicida fez explodir uma camioneta armadilhada junto de 75 autocarros estacionados num subúrbio de Alepo para transportar cerca de 5.000 pessoas retiradas na sexta-feira de Foua e Kafraya, ao abrigo de um acordo entre o regime e a oposição.

 

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -18-08-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 

Edição Impressa411