O País Online - A verdade como notícia

Sexta-feira
22 de Setembro
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Internacional Internacional Governo são-tomense quer reduzir trabalhadores para aliviar “pressão” sobre orçamento

Governo são-tomense quer reduzir trabalhadores para aliviar “pressão” sobre orçamento

Governo de São Tomé e Príncipe pondera reduzir o número de trabalhadores na administração pública

O governo de São Tomé e Príncipe considera ser necessário reduzir o número de trabalhadores na administração pública, para aliviar “a pressão sobre o orçamento do Estado”, disse, ontem, o ministro do Emprego e Assuntos Sociais, Emílio Lima, citado pela Lusa.

“Precisamos fazer uma reforma que não só tem a ver com a saída de pessoas, mas também melhor enquadramento, aproveitamento dos recursos humanos, valorizando o capital humano, e enquadrá-los em função do desempenho que cada uma das instituições deverá ter”, disse o governante no acto central para assinalar o Dia do Trabalhador.

“Nos últimos dez anos, a nossa administração pública triplicou. Nós tínhamos três a quatro mil funcionários públicos, hoje estamos em cerca de 11 mil e isso cria uma pressão bastante grande sobre o orçamento geral do Estado”, acrescentou o ministro.

A redução do efectivo na função pública são-tomense corresponde também às exigências da última missão do Fundo Monetário Internacional (FMI), que, segundo fontes do Ministério das Finanças, Comércio e Economia Azul, exigiu ao executivo a redução de pelo menos dois mil funcionários no aparelho do Estado.


 

 

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -22-09-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 

Edição Impressa414