O País Online - A verdade como notícia

Sábado
22 de Julho
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Internacional Internacional Emmanuel Macron é novo presidente da França

Emmanuel Macron é novo presidente da França

Emmanuel Macron promete fazer uma auditoria às finanças públicas e simplificar a burocracia

As bandeiras francesas agitaram-se no Louvre, em Paris, quando as primeiras projecções de resultados das eleições foram anunciadas. Emmanuel Macron é o novo presidente de França, uma decisão tomada no seio de uma segunda volta com uma abstenção histórica — a maior desde 1965.

Num comunicado divulgado minutos depois do fecho das urnas, Cazeneuve afirmou que a votação “é testemunho da lucidez dos eleitores, que rejeitaram o projecto fatal da extrema-direita”.

O primeiro-ministro disse ainda que o resultado da eleição mostra uma aceitação pelos franceses da União Europeia (UE). Segundo as primeiras projecções, e até ao fecho desta edição, Macron obteve 65,5 a 66,1% dos votos e a candidata da extrema-direita, Marine Le Pen, 33,9% e 34,5%.

“Uma nova página abre-se” em França, afirmou ontem à agência France Presse. Emmanuel Macron, dado como presidente eleito pelas projecções à boca das urnas.

Que mudanças imediatas pretende Emmanuel Macron efectuar?

Macron é o novo presidente de França e uma das suas primeiras decisões será escolher um primeiro-ministro ou primeira-ministra. Segundo o jornal Les Echos, Macron quer que a agitação legislativa comece já este Verão com a apresentação dos seus planos para reduzir a despesa em cerca de 60 mil milhões de euros e eliminar as taxas sobre a habitação de cerca de 80% dos agregados familiares franceses.

Macron explicou que quer fazer passar rapidamente “uma lei de moralização da política que acabe com o nepotismo e abuso do cargo”, mas também detalha que, na área da economia, pretende conduzir uma auditoria às finanças públicas, simplificar a burocracia imposta a alguns sectores e “fazer um tour das capitais europeias” para falar das possibilidades de “um mapa a cinco anos” para o desenvolvimento tecnológico, comercial e industrial do bloco, bem como para o controlo da imigração e da poluição.

Quem é Emmanuel Macron?

Membro do Partido Socialista entre 2006 e 2009, Emmanuel Jean-Michel Frédéric Macron é um político e banqueiro francês. Estudou filosofia na Universidade de Paris e fez um mestrado em políticas públicas. Trabalhou na Inspecção-Geral de Finanças antes de se tornar um sócio do banco Rothschild.

Foi secretário-geral adjunto da presidência da República, por confiança de François Hollande, em 2012. Tornou-se ministro da economia em 2014 e saiu do governo em Agosto de 2016 para lançar sua candidatura à presidência nas eleições de 2017, cujo anúncio oficial fez em Novembro de 2016, poucos meses após fundar o seu próprio partido político, o Em Marcha! Macron defende uma visão liberal da economia.

Pretende avançar com um plano de investimentos públicos de 50 mil milhões de euros, reduzir a taxa de imposto sobre as empresas. Pretende, ainda, avançar com a redução do número de funcionários públicos: menos 120 mil até 2022.


 

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -20-07-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 

Edição Impressa401