O País Online - A verdade como notícia

Sexta-feira
28 de Julho
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Internacional Internacional República do Congo tem mais dois milhões de deslocados em 15 meses

República do Congo tem mais dois milhões de deslocados em 15 meses

11 000 congoleses refugiam-se em Angola

A ONU alertou hoje para a dramática situação humanitária na República Democrática do Congo (RD Congo), onde em 15 meses os deslocados internos passaram de 1,6 para 3,7 milhões, em parte devido à intensificação da violência na região de Kasai, informa a Lusa.

O responsável da agência da ONU para a coordenação de Assuntos Humanitários no país, Rein Paulsen, disse à imprensa que "esta agudíssima crise na RD Congo se está a manifestar dramaticamente, não só no número de pessoas deslocadas, mas também na sua abrangência geográfica".

A ONU estima que 1,27 milhões de pessoas foram deslocadas em cinco províncias - Kasai, Kasai Central, Kasai Oriental, Lomami e Sankuru - o que corresponde a "um aumento de 100.000 na última semana", disse Paulsen.

Por causa da crise nas províncias Kasai, cerca de 11 000 pessoas se refugiaram em Angola, avança a Lusa.

 

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -28-07-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 

Edição Impressa401