O País Online - A verdade como notícia

Sábado
23 de Setembro
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Internacional Internacional Anulada eleição presidencial no Quénia

Anulada eleição presidencial no Quénia

Supremo Tribunal do Quénia anula resultado das presidenciais e exige novas eleições no prazo de 60 dias

O Supremo Tribunal queniano considerou que o quadro eleitoral cometeu "irregularidades e ilegalidades" e que é necessário realizar novas eleições presidenciais, escreve o site português Sábado.

Em Julho, o Quénia elegeu o presidente Uhuru Kenyatta para um segundo mandato. No entanto a oposição protestou as eleições, enviando o processo para o tribunal.

Quatro dos seis juízes responsáveis pelo caso declararam que a votação tinha sido marcada por irregularidades. "A declaração é inválida, nula e vazia" sentenciou o juíz David Maranga, anunciando o veredito de quatro dos seis juízes.

Assim, a nova votação deve realizar-se dentro de um prazo de 60 dias e as hipóteses de Kenyatta podem sair prejudicadas devido à decisão do Supremo Tribunal Queniano.


 

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -22-09-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 

Edição Impressa414