O País Online - A verdade como notícia

Terça-feira
26 de Setembro
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Política Política Relações Moçambique-Japão mais fortes

Relações Moçambique-Japão mais fortes

O apoio governamental japonês a África cresceu 30% nos últimos 6 anos, e Moçambique faz parte dos países que recebeu esta ajuda.

Segundo o embaixador japonês em Moçambique, Susume Segawa, os laços de cooperação nipónico-moçambicanos estã cada vez mais fortes.

Japão é um dos países, ainda que de forma incipiente, tem contribuído para o desenvolvimento das economias dos países africanos. Neste contexto, no último quinquenio, a ajuda nipónica destinada a África triplicou, destacando-se a cooperação nos domínios da educação e económico.

Moçambique tem uma parceria firmada com o Japão desde 1977, nos domínios político, económico e social. A ajuda japonesa a Moçambique ronda aos 30 milhões de dólares por ano. O apoio engloba projectos de cooperação para o desenvolvimento de capital humano nacional, doações em grandes quantidades de produtos alimentares, como é o caso de arroz, e a juda na mitigação dos efeitos do aquecimento global.

Estas declarações foram feitas pelo diplomata nipónico num debate organizado pelo Centro de Estudos Moçambicanos e Internacionais que contou com a presença de quase uma dezena de embaixadores acreditados em Maputo.

 

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -26-09-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 

Edição Impressa415