O País Online - A verdade como notícia

Sexta-feira
23 de Junho
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Política Política Juristas espantados com posicionamento de Daviz Simango

Juristas espantados com posicionamento de Daviz Simango

Juristas consideram que o pedido de desculpas do presidente do MDM pode ser apenas resultado da pressão da sociedade civil

O bastonário da Ordem dos Advogados, Tomás Timbane, considera que o pedido de desculpas de Daviz Simango relativamente à aprovação da lei que concede regalias aos deputados e ao Presidente da República revela falta de organização e atenção desta formação política na tomada de decisão sobre um assunto sério como este.

“Isso é sinal de que o partido não se organizou para discutir esse assunto importante para a vida dos deputados e dos moçambicanos, assim como a pressão da opinião pública no sentido destas regalias serem revistas poderá ter contribuído para esta posição. É verdade que é sempre nobre quando se reconhece um erro, mas era razoável que a própria bancada do MDM explicasse melhor como é que teve uma desatenção desta natureza”, referiu Timbane.

O bastonário considera, ainda, que “este pedido de desculpas não serve rigorosamente para nada. o importante é ver o que este partido vai fazer para reverter este cenário, porque o que eu sei é que o processo de conclusão desta lei está em curso, sendo que nada fez para o impedir”, frisou.

 

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -22-06-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 

Edição Impressa402