O País Online - A verdade como notícia

Sexta-feira
31 de Março
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Política Política Gabinete da Juventude Parlamentar reforça advocacia pela habitação

Gabinete da Juventude Parlamentar reforça advocacia pela habitação

Dois mil talhões serão delimitados este ano

 

O Gabinete da Juventude Parlamentar (GJP) define como uma das prioridades das suas acções, para o presente ano, liderar a coordenação institucional na advocacia pela implementação das políticas e estratégias nacionais, para a resolução dos problemas dos jovens moçambicanos.

Esta aposta foi definida, recentemente, num retiro que o GJP realizou na província de Gaza.

Dentro da aposta, o enfoque central vai para a questão da habitação, que continua a ser a grande preocupação da juventude.

Na ocasião do retiro, os membros daquele gabinete inteiraram-se dos projectos do distrito de Bilene, no que diz respeito a resposta aos desafios da habitação.

Por via do administrador daquele distrito, ficaram a saber de que um total de dois mil talhões serão, este ano, delimitados, metade dos quais já em processo, o que para o GJP é uma medida encorajadora.

“Esperamos o vosso contínuo apoio e acompanhamento no processo infraestrutural dos talhões, dando primazia a electrificação e canalização de água potável, para permitir maior celeridade das obras de construção”, disse Helena Música, 1ª vice-presidente do GJP, citada num comunicado de imprensa da Assembleia da República.

O Gabinete da Juventude Parlamentar é um grupo representativo das três bancadas que fazem a Assembleia da República.

A sua principal missão é representar e defender, através do parlamento, os interesses dos jovens moçambicanos, que representam a maior faixa na pirâmide etária da população moçambicana.

 

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -30-03-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 

Edição Impressa 390