O País Online - A verdade como notícia

Quinta-feira
21 de Setembro
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Política Política PR preocupado com nível de dívidas acumuladas pelas empresas públicas do ramo de energia

PR preocupado com nível de dívidas acumuladas pelas empresas públicas do ramo de energia

Nyusi exige mais produtividade ao Ministério dos Recursos Minerais e Energia

 

A visita do Chefe do Estado iniciou quando eram precisamente nove horas da manhã de hoje. Na sede do Ministério dos Recursos Minerais e Energia, em Maputo, Filipe Nyusi esteve cerca de 10 minutos, a conhecer um pouco da instituição.

A Direcção Nacional de Geologia e Minas e o Instituto Nacional de Minas foram os pontos seguintes. Nestes locais, o Presidente da República ouviu explicações sobre a estrutura e o respectivo funcionamento.

Filipe Nyusi esteve ainda na Empresa Electricidade de Moçambique. No local, Nyusi também percorreu alguns departamentos e teve uma breve interacção com membros da direcção.

A meio da manhã esteva reservado o momento mais alto da visita. O Chefe do Estado inaugurou a nova sede do Instituto Nacional de Petróleos e percorreu parte do edifício.

Depois da visita guiada pela instituição, Filipe Nyusi reuniu os membros do Conselho Consultivo do Ministério dos Recursos Minerais e Energia para uma sessão extraordinária. A mensagem central que pretendia transmitir era de que este sector deve aumentar a sua contribuição para a economia.

Durante pouco mais de três horas à porta-fechada, o Chefe do Estado reuniu com o Conselho Consultivo. Foi durante o encontro que Filipe Nyusi deixou as suas preocupações com o nível de dívidas acumuladas pelas empresas públicas do ramo de energia.

Foi cerca de meio-dia de visita de trabalho que o Chefe de Estado disse ter sido positiva.

 

 

 

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -21-09-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 

Edição Impressa414