O País Online - A verdade como notícia

Terça-feira
22 de Agosto
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Política Política Nyusi é um líder pragmático

Nyusi é um líder pragmático

Niquice defende que a paz é uma das prioridades do ciclo de governação

A Frelimo, por via do seu Porta-Voz, António Niquice, também reagiu ao encontro que o Chefe de Estado manteve com Afonso Dhlakama, em Gorongosa. Para Niquice, “O presidente Nyusi resgatou o seu papel e a legitimidade enquanto mais alto magistrado da nação ao cumprir de forma inequívoca com a sua palavra de estar focado na busca da paz para o nosso país. A paz é uma das prioridades deste ciclo de governação e o presidente Nyusi tem estado a fazer de tudo um pouco para que os moçambicanos circulem livremente e possam desenvolver suas actividades longe de qualquer tipo de ameaças”, disse o Porta-Voz do partido no poder.

Com efeito, a apreciação de António Niquice ao acto do Presidente não ficou nisso. O Porta-Voz entende que “no caso especifico do encontro com o líder da Renamo, foi uma demonstração clara de que Filipe Nyusi tem nos moçambicanos a sua fonte principal de inspiração para resolver os problemas do país. Estamos a assistir o ímpeto que foi esta lufada de ar fresco trazida pela trégua, e acreditamos que esta interacção, ao mais alto nível, poderá registar uma maturação. Filipe Nyusi demonstrou ser um líder pragmático e humilde mas também de uma prontidão e firmeza para com os mais altos e nobres desideratos da nação moçambicana. Nyusi lidera pelos resultados, penso que com a colaboração de outras forças vivas da sociedade e com a vontade do líder da Renamo de colaborar o país pode muito rapidamente gozar uma paz definitiva”.

Olhando para trás, Niquice lembrou que “o formato que inicialmente tinha sido desenhado visava o alcance de resultados, e não tendo sido muito bem acertado, o Presidente telefonou ao líder da Renamo e conversou com muita mestria porque a questão da paz é central”.

 

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -22-08-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 

Edição Impressa411