O País Online - A verdade como notícia

Sábado
23 de Setembro
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Política Política Francisco Cabo diz que forças externas podem querer desestabilizar país

Francisco Cabo diz que forças externas podem querer desestabilizar país

General Francisco Cabo diz que moçambicanos devem se unir para defender soberania

Francisco Cabo diz que há pessoas que não estão satisfeitas com a soberania do Estado, e por isso desde a independência lutaram para desestabilizá-lo. Convidado a proferir uma palestra, hoje, sobre os acordos de Lusaka, o combatente da Luta de Libertação Nacional defendeu que os moçambicanos devem valorizar o sacrifício dos que deram a vida pela independência.

Cabo diz também que a unidade nacional deve ser a palavra de ordem para todos os moçambicanos, e que não se deve esperar somente pelo Presidente da República e pelo líder da Renamo para a consolidação da paz.

A sete de Setembro de 1974 Moçambique e Portugal assinaram os Acordos de Lusaka, que marcaram o fim de 10 anos de Luta para a independência do país. Outras palestras deverão acontecer ao longo deste mês em celebração do dia vitória, que se assinala nesta quinta-feira. 

 

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -22-09-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 

Edição Impressa414