O País Online - A verdade como notícia

Sábado
19 de Agosto
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Sociedade

Sociedade

Sector de educação em Tete recebe apoio

Sector de educação em Tete recebe apoio

Trata-se de três viaturas e ainda 20 motorizadas.

Ler mais...
Transporte continua um caos na região norte

Transporte continua um caos na região norte

Há investimentos e projectos para resolver o caso.

Ler mais...

Fluxo diminui na fronteira de Ressano Garcia

A crise económica mundial e os actos xenófobos  que deixaram alguns moçambicanos na miséria, são apontados como causas da queda do fluxo de entrada de turistas e de alguns concidadãos residentes na África do Sul. Comparativamente ao ano passado, este ano o movimento migratório registou uma queda assinalável no fluxo de turistas nacionais residentes na África do Sul, bem como de turistas sul africanos que têm Moçambique como destino turístico. No período homólogo de 2008, houve um registo de 36.334 entradas, e este ano situam-se em 24.235 dos quais 10.655 são mineiros. As eleições legislativas e presidenciais que se avizinham é uma das causas apontadas para a  queda do fluxo de entrada de turistas no país. Outro factor que concorre para a fraca entrada de moçambicanos, tem a ver a queda de empregos, provocada pela crise mundial que se agudiza um pouco por todo o mundo, e os actos xenófobos que deixaram na miséria, milhares de moçambicanos residentes na terra do rand.

Cristãos celebram “Sexta-feira Santa”

Cristãos celebram “Sexta-feira Santa”

Diversas Igrejas da capital do país e os seus respectivos crentes realizaram esta sexta-feira  cultos

Ler mais...
Mulher moçambicana já colhe frutos da emancipação

Mulher moçambicana já colhe frutos da emancipação

A mulher moçambicana já está a colher os frutos da luta pela emancipação, afirma Primeira-dama de Moçambique, Maria da Luz Guebuza.

Ler mais...
Animais bravios devoram dois fiscais

Animais bravios devoram dois fiscais

Os casos de conflito homem animal estão a aumentar em Tete.

Ler mais...

“Anti-Corrupção” faz mais detenções em Manica

Nestas detençoes está envolvido um agente da cadeia provincial, co­nhecida por Cabeça de Velho. O agente respondia pelo con­troleo penal dos reclusos que, segundo fontes da brigada anti-currupção da Procuradoria da República na zona Centro, ele cobrava valores aos reclusos para estes poderem gozar de algumas regalias não estabeleci­das nas penas a serem cumpri­das. Nas outras detençoes, estão envolvidos membros da PRM, que também cobravam valores monetários a vários cidadãos nas ruas da cidade. O facto se sucedia quando os agentes es­tivessem a fazer o controlo da ordem pública nas artérias da cidade. Convidados a comparecerem na Procuradoria para serem ou­vidos pela brigada, os alegados curruptos, foram detidos e en­caminhados as celas da primeira esquadra da PRM em Chimoio, devendo comparecer, novamen­te, na procuradoria esta sexta-feira para mais audiências. Esta não é a primeira vez que a brigada anti-currupção da região centro faz detenções deste nível, em que funcioná­rios ligados a serviços do Esta­do estão envolvidos. A primei­ra ocorreu há cerca de duas ou três semanas, na qual um funcionário da Conservatória no distrito de Gondola, foi sur­preendido a receber dinheiro das mãos de um cidadão, ope­ração esta forjada pela própria brigada para facilitar a iden­tifcação deste tipo de funcio­nários dentro do aparelho do estado. Segundo a fonte, este tipo de actividades da brigada não vão cessar até que todos os practi­cantes deste tipo de mal, que mancham o bom nome do país e da sociedade moçambicana, sejam retirados da rede dos cur­ruptos. Desta forma, fica a chamada de atenção aos outros funcio­nários ligados a função pública, não só da província de Manica, de onde ja foram feitas algu­mas detençoes que chegarão a barra da justiça para responder pelo crime, mas também aos das províncias da zona Centro, que estejam a seguir os mesmos caminhos ilicitos para adquirir dividendos.

Páscoa movimenta crentes

Páscoa movimenta crentes

Os ovos de páscoa têm todos o mesmo fim

Ler mais...

MITRAB posiciona seus funcionários em Ressano

A equipa vai monitorar a entrada e saída de trabalhadores moçambicanos .

Ler mais...
Guebuza saúda cristãos por ocasião da Páscoa

Guebuza saúda cristãos por ocasião da Páscoa

O Presidente moçambicano, Armando Guebuza, saúda a todos os concidadãos fiéis de todas as confissões religiosas cristãs

Ler mais...
Activista agredida acusada de esconder cόlera

Activista agredida acusada de esconder cόlera

Em causa está a confusão entre as palavras “cólera” e “cloro”.

Ler mais...
Condução ilegal termina em tragédia

Condução ilegal termina em tragédia

O sinistro causou um curto circuito que se saldou em diversos danos a dezenas de residências da rua em causa.

Ler mais...
EPC de Laulane recebe apoio

EPC de Laulane recebe apoio

Trata-se de 36 carteiras orçadas em cerca de 20 mil meticais.

Ler mais...
Moçambicano detido com 30 quilos de heroína

Moçambicano detido com 30 quilos de heroína

As autoridades revelaram que a droga foi encontrada “ao acaso”, numa inspecção de rotina ao veículo do suspeito. 

Ler mais...
HCB oferece ambulância ao Hospital de Songo

HCB oferece ambulância ao Hospital de Songo

A viatura, de marca Toyota Land Cruiser foi entregue pelo PCA da HCB.

Ler mais...
MD vai se responsabilizar pelo acidente

MD vai se responsabilizar pelo acidente

Já foi criada uma comissão de inquérito com vista a apurar as causas.

Ler mais...
Agentes da PRM vão beneficiar de formação

Agentes da PRM vão beneficiar de formação

Segundo um protocolo hoje assinado.

Ler mais...
Trabalhadores do C.S da Polana Caniço em greve

Trabalhadores do C.S da Polana Caniço em greve

Em causa está a medida emanada pelo MISAU para a sua desvinculação.

Ler mais...
MISAU corrige número de mortos por cólera

MISAU corrige número de mortos por cólera

O Ministério da Saúde moçambicano corrigiu hoje o número de mortes por cólera no país desde o início do ano de 270, avançado na semana passada pelo ministro, para 133 e sem conseguir explicar a discrepância.

Ler mais...

Portugal apoia formação na área policial

Portugal vai apoiar este ano com 1,4 milhões de euros a formação de moçambicanos na área da polícia, bombeiros e controlo de fronteiras, segundo um protocolo assinado esta quarta-feira entre os dois países. O documento foi assinado pelo secretário permanente do Ministério do Interior de Moçambique, Zefanias Muhate, pelo encarregado de negócios da embaixada de Portugal, João Corte Real, e pelo director de relações internacionais do Ministério da Administração Interna de Portugal, Paulo Caldas. O apoio para este ano, disse Paulo Caldas à Agência Lusa, prevê 38 acções de formação, em Moçambique e em Portugal, que vão envolver 1.300 formandos moçambicanos e 52 formadores portugueses. O acordo assinado esta quarta-feira prevê também a entrega de material para os bombeiros de Moçambique, acrescentou. O apoio português na área das polícias, bombeiros e fronteiras referente ao ano passado ficou concluído na última segunda-feira, com a inauguração do primeiro gabinete de apoio à vítima de violência doméstica de Maputo. Desde 1999 que Portugal apoia a formação da polícia moçambicana em áreas como a investigação criminal, o policiamento de proximidade, a administração financeira ou a formação de quadros superiores. Os protocolos de cooperação como o assinado esta quarta-feira celebram-se desde 2005 e têm oscilado entre os 1,2 e dois milhões de euros anuais, parte através do Ministério da Administração Interna e parte através do Instituto Português de Apoio ao Desenvolvimento (IPAD). O tipo de cooperação prestada por Portugal é, disse Zefanias Muhate, a ideal para Moçambique e “está a produzir frutos” porque “é virada para o desenvolvimento humano”. O Ministério do Interior de Moçambique está a negociar com a União Europeia um protocolo de cooperação e já tem um acordo com os Estados Unidos, ambos também para a formação de recursos humanos.

Ministro da Educação nos EUA

Ministro da Educação nos EUA

 Durante a visita serão assinados acordos.

Ler mais...
Página 500 de 502

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -18-08-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 

Edição Impressa411