O País Online - A verdade como notícia

Quarta-feira
29 de Julho
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Sociedade Sociedade Hospital Central de Maputo vai minimizar falta de enfermeiros até Dezembro próximo

Hospital Central de Maputo vai minimizar falta de enfermeiros até Dezembro próximo

“A situação irá melhorar até aos finais de Dezembro, com o preenchimento das vagas através da admissão de novos enfermeiros, ainda em formação”.

O ministro da Saúde, Alexandre Manguele, afirmou que a falta de enfermeiros no Hospital Central de Maputo (HCM), a maior unidade sanitária do país, vai conhecer uma redução na sequência do recrutamento de mais pessoal do ramo.

O HCM conta, actualmente, com cerca de dois mil profissionais de enfermagem, porém, o número ideal é estimado em três mil, segundo o jornal Diário de Moçambique, editado na cidade da Beira, província central de Sofala.

“A situação irá melhorar até aos finais de Dezembro, com o preenchimento das vagas através da admissão de novos enfermeiros, ainda em formação”, disse Manguele, falando na abertura da 2a Jornada Científica de Enfermagem do HCM.

A fonte apontou, a título ilustrativo, que o baixo número de enfermeiros no activo acaba por gerar uma situação de elevada carga horária, chegando, nalguns casos, a trabalharem 16 horas consecutivas, contra as oito horas que a legislação impõe.

Leia mais na edição impressa do «Jornal O País»
 

"Obstáculos são aqueles perigos que você vê quando tira os olhos de seu objectivo."

 

Henry Ford

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


publicidade

Moeda

Compra

Venda

DolarUSD37,72 38,48
Rand ZAR 3,00 3,06
EuroEUR41,7842,61
LibraGBP58,7559,93
IeneJPY0,30690,3131

Edição Impressa e O Tempo

   
Edição Impressa O Tempo

Edição Impressa 29-07-2015

 

Maputo

 

Inhambane

  Beira
 

Nampula

 
 

Edição Impressa - O País Económico

Edição Impressa 301