O País Online - A verdade como notícia

Sexta-feira
28 de Agosto
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Sociedade Sociedade Cidade de Maputo quer reduzir para 30 mortes a mortalidade materna

Cidade de Maputo quer reduzir para 30 mortes a mortalidade materna

Em cada 100 mil nascimentos até 2015.

A Direcção de Saúde da Cidade de Maputo espera reduzir, até ao ano 2015, a mortalidade materna para 30 mortes por cada 100 mil nascimentos, feito que está em consonância com o preconizado nos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM).

A título ilustrativo, as unidades sanitárias que dependem da Direcção de Saúde da Cidade de Maputo registaram, em 2011, um total de 49 mortes maternas, o que representa um rácio de 109 mortes por cada 100 mil nascimentos, feito que coloca a urbe entre as que menor peso da mortalidade materna tiveram.

Assim, para baixar ainda mais os indicadores actuais, a direcção de saúde da cidade oficializou, ontem, em Maputo, o Comité de Auditoria de Mortes Maternas, Perinatais e Neonatais, órgão que integra diversos quadros do sector, médicos e enfermeiros, que vão melhorar o manejo das complicações obstétricas e neonatais a fim de reduzir as mortes.

Os comités de auditoria da mortalidade materna, perinatal e neonatal são organismos de carácter institucional, multissectorial, multidisciplinar e confidencial que visam analisar todos os factores, medidas e acções para o alcance das metas previstas.

O órgão ora oficializado vai, por outro lado, analisar e determinar em cada morte materna, perinatal e neonatal os factores e circunstâncias que contribuíram para a ocorrência da morte; avaliar de forma contínua os factores circunstanciais que persistem para encontrar estratégias e/ou intervenções para a sua minimização ou eliminação.

A melhoria da identificação e registo das mortes maternas, perinatais e neonatais com a finalidade de aperfeiçoar e calcular os respectivos indicadores bem como calcular e monitorar o rácio de mortalidade materna e as taxas de mortalidade perinatal e neonatal das instituições são outros objectivos específicos do comité de auditoria.

Leia mais na edição impressa do «Jornal O País»
 

"A vida sem luta é um mar morto no centro do organismo universal."

 

Machado de Assis

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

   
Edição Impressa O Tempo

Edição Impressa 27-08-2015

 

Maputo

 

Inhambane

  Beira
 

Nampula

 
 

Edição Impressa - O País Económico

Edição Impressa 304