O País Online - A verdade como notícia

Sexta-feira
23 de Junho
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Sociedade Sociedade Moçambique livre do ciclone DINEO

Moçambique livre do ciclone DINEO

Calamidade causou sete mortos

O ciclone DINEO, que assolou o Sul do país, principalmente a província de Inhambane, onde sete pessoas morreram e outras 130 mil foram afectadas, já não se encontra no país.

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (INAM), o mau tempo dirige-se, actualmente, aos países vizinhos, em particular a África do Sul e a Suazilândia. 

Embora o ciclone já não esteja no país, os seus efeitos se farão sentir em todo o território nacional, através de chuvas moderadas e ventos fortes, conforme informou Jaqueline Sendela, do INAM.

Os efeitos do DINEO levam a meteorologia a prever um fim-de-semana chuvoso em todo o território nacional. O ciclone abala o país desde Quarta-feira, deixando um rasto de destruição em vários pontos.

A partir de domingo, o Primeiro-Ministro, Carlos Agostinho do Rosário, escala a província de Inhambane para fazer o acompanhamento da situação.

 

 

 

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -22-06-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 

Edição Impressa402