O País Online - A verdade como notícia

Sexta-feira
24 de Março
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Sociedade Sociedade Cerca de 30 mil aves serão vacinadas contra peste aviária

Cerca de 30 mil aves serão vacinadas contra peste aviária

Lançada campanha de vacinação contra a doença

O Governo da cidade de Maputo prevê vacinar cerca de 30 mil aves, até Abril, contra a doença do Newcastle, também conhecida como pseudo peste aviária, uma enfermidade viral aguda, altamente contagiosa, que ataca aves silvestres e comerciais, com sinais respiratórios frequentemente seguidos de manifestações nervosas, diarreia e edema da cabeça.

Para o efeito, a governadora da capital, Iolanda Cintura, lançou, ontem, a campanha de vacinação contra a doença que afecta as aves.

A vacinação é gratuita e pretende alcançar os criadores de aves, caso de galinhas, patos, entre outras susceptíveis de contrair a doença. “As brigadas, formadas por técnicos agro-pecuários, andarão de casa em casa para poder administrar esta vacina. Vai decorrer num espaço de 35 dias, achando-se ser esta a quantidade de aves que a Cidade de Maputo tem”, disse Cintura.

Os distritos de Ka Mubukwane, Ka Tembe, Ka Nhaca e Ka Mavota são os principais pontos a ser abrangidos pela vacinação. “Esta campanha é feita todos os anos, como prioridade do governo de garantir a vacinação das aves. A doença de Newcastle, quando afecta uma determinada capoeira, é capaz de matar todas as aves. Assim, o governo pretende prevenir que haja mortalidade das aves, procurando abranger todos os criadores”, explicou Cintura.


 

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -24-03-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 

Edição Impressa 390