O País Online - A verdade como notícia

Segunda-feira
29 de Maio
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Sociedade Sociedade Bacia do Zambeze abaixo de 40% ameaça produção da HCB

Bacia do Zambeze abaixo de 40% ameaça produção da HCB

Carlos Bonete diz que a situação é crítica

Os níveis de água baixaram em cerca de 40% na bacia do Zambeze. A situação é crítica, de tal maneira que pode até comprometer a produção de energia na Hidroeléctrica de Cahora Bassa.

O ministro das Obras Públicas, Recursos Hídricos e Habitação, Carlos Bonete, fez ,ontem, o ponto de situação e diz que apesar de se terem registado chuvas acima do normal em algumas regiões, a bacia do Zambeze ressente-se da falta do líquido. “Podemos dizer que as outras bacias estão numa situação normal. A bacia do Zambeze é que está numa situação anormal, muito aquém daquilo que deviam ser os níveis desejados. Neste momento, estamos com cerca de 60% da quantidade necessária. Isso vai, de alguma maneira, condicionar a produção plena de energia”, explicou Carlos Bonete.

Sobre a crise que assola a cidade e província de Maputo, o ministro dos Recursos Hídricos avançou que houve uma ligeira subida dos níveis de água na barragem dos Pequenos Libombos, entretanto, as reservas não são suficientes para acabar com a escassez que desde Janeiro abala os Municípios de Maputo, Matola e Boane. “A situação continua crítica na barragem dos Pequenos Libombos, embora menos crítica que há um mês, devido à uma pequena precipitação, mas não é a desejável, porque continuamos com os níveis muito baixos”, acrescentou, alertando para a necessidade de as restrições continuarem, até porque “não há nenhuma garantia de chuvas que abasteçam os Pequenos Libombos no período chuvoso que inicia em Outubro”.

Enquanto isso, algumas zonas vivem um contraste, ao registar subida do caudal acima do normal, particularmente em Gaza, o que está a prejudicar os residentes e a afectar a produção agrícola.

 


 

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -29-05-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 

Edição Impressa 398