O País Online - A verdade como notícia

Sexta-feira
18 de Agosto
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Sociedade Sociedade Aumenta número de alunos que estudam ao relento na Matola

Aumenta número de alunos que estudam ao relento na Matola

Número de crianças que estudam ao relento aumenta em 18%

O número de crianças que estudam expostas a ventania, frio e chuva, na Matola, subiu, este ano, para 930, contra 766 do ano transacto, devido ao aumento da população e de crianças em idade escolar. O aumento de crianças que estudam ao relento corresponde a 18 por cento.

Para acabar com a situação, o Governo da Matola pretende construir 250 salas de aulas, até 2019. Entretanto, o Executivo local ainda não tem dinheiro para implementar o projecto, estando neste momento a solicitar apoio a diversas empresas.

Ontem, levou o projecto à Petromoc para pedir financiamento, aguardando pela resposta. A situação de alunos que estudam ao relento não só afecta Matola, como também a todas as províncias do país, apesar de Moçambique ser uma referência na produção de madeira.

 


 

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -17-08-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 

Edição Impressa410